-

domingo, 2 de agosto de 2020

Pós-Doutorado em Beatlemania

Este Gabarito responde a 10 perguntas propostas no post
O Que é Ser Beatlemaníaco?

31. Saber em qual canção beatle há uma voz brasileira
É na canção "Across The Universe", de John.  
Após uns takes iniciais, Paul (sempre ele) achou que precisava de uma voz feminina para fazer fundo vocal, no trecho “Nothing’s gonna change my world ...”, saiu para a rua, a famosa Abbey Road, encontrou o bando de mulheres que sempre faziam plantão histérico na frente do estúdio, e perguntou: “Alguém aí sabe cantar. Duas levantaram a mão, uma delas era a brasileira Elizabeth Bravo, que passava uma temporada em Londres.    
Recentemente, Lizzie comentou em meu post e contestou o adjetivo que utilizei, mas não o fato, que a tornou uma heroína brasileira. Veja aqui, neste link

32. Saber a única canção beatle a ser eleita 'Canção do Ano' no Grammy  
É "Michelle", Rubber Soul, 1965. 
Balada genial de Paul, usando inclusive algumas palavras em francês, sucesso mundial imediato. Foi a PRIMEIRA e ÚNICA canção dos Beatles a ganhar o Grammy de Song Of The Year', e foi no ano de 1967, veja só! Nem "Yesterday" conseguira o feito, um ano antes! Paul a canta pouco ao vivo, entretanto, mas não deixou de fazê-lo na espetacular apresentação da Casa Branca em 2010, onde a cantou olhando para Michelle Obama, sob os olhares desconfiados de Barack....
Mais sobre Rubber Soul, aqui, neste link

33. Saber em qual canção beatle há um vocal principal não beatle 
"The Continuing Story of Bungallow Bill"
  
"...poucos eram sabedores de como era ruim o clima das gravações do Álbum Branco, até mesmo por causa de Yoko Ono, que John insistia em levar ao estúdio, obcecado que estava por sua presença,  inclusive impondo-a num trecho de voz solo, única não-beatle numa canção Beatle em "The Continuing Story of Bungallow Bill", tudo bem que era um direito dele, a canção era dele. mas enfim, ficou estranho. E a coisa continuaria nas gravações do Projeto Get Back, e culminando com a cama de hospital que John instalou no estúdio para receber uma convalescente Yoko..."
Este é um trecho de meu post sobre o fim dos Beatles, aqui, neste link 

34. Saber qual canção se passa no velho oeste americano
É "Rocky Raccoon", Álbum Branco, 1968, a mais engraçada e marcante para mim de Paul, que se transportou para o Velho Oeste e descreveu as agruras de um cowboy fascinado por uma prostituta e que tenta uma vingança quando se vê traído, sendo notáveis o início crescente de instrumentos e, claro, o espetacular honky tonky piano do refrão, levado por George Martin.  
Este é um trecho de meu post sobre o Álbum Branco, aqui, neste link 
 
35. Saber em qual bolacha George Harrison tem mais canções 
Revolver 
Foi o primeiro LP Beatle que tem 3 canções de George Harrison: Taxman (reclamando que o fisco britânico tomava 95% do dinheiro deles), Love You To (primeira incursão da música indiana em sua obra) e I Want To Tell You. Isso foi o máximo que ele teve em sua carreira beatle... Bem, na verdade ele produziu 4 canções no Álbum Branco (1968), mas como era um álbum duplo, eu considero duas-por-bolacha, portanto Revolver ganhou!
Este é um trecho de meu post sobre o álbum Revolver, aqui, neste link

36. Saber qual disco vendeu 13,5 milhões de cópias em um único mês, décadas depois do fim da banda 
Foi #1 
Em 2001, com as vendas mais rápidas de toda a história, ao redor do mundo, segundo o Guinness, contendo todas as 27 canções dos Beatles que chegaram ao topo da parada americana e com 30 milhões de discos, foi o álbum de maiores vendas na na década!
Este é um trecho de meu post sobre Novos Beatles, aqui, neste link

37. Saber qual canção tinha o título "The Void" até o último momento.  
"Tomorrow Never Knows"
Dia de gravações do álbum Revolver, 1966, Ringo havia feito um espetacular arranjo para uma canção de John chamada “The Void”, e num papo com os demais sobre a vida, soltou uma frase nunca antes falada: “Ah... tomorrow never knows...”. Pronto! “The Void” virou “Tomorrow Never Knows” uma revolucionária, marcando definitivamente a virada da carreira deles.
Este é um trecho de meu post sobre Ringo, aqui, neste link

38. Saber a primeira vez em que foi usado o termo Beatlemania
Foi em 13 de outubro de 1963 
"Pude, então, apreciar substantivos como fenômeno, loucura, espanto, histeria, desmaio, frenesi (permitam o francesismo), pânico, tumulto, selvageria, arrebatamento, comoção, polvorosa, balbúrdia, multidão, estupefação, pandemônio, todos atrelados à Beatlemania, estado de espírito que acometeu o mundo de 13 de outubro de 1963 a 26 de agosto de 1966. A primeira data foi a primeira vez em que o termo foi usado pela imprensa inglesa, após um show no teatro London Paladium. A última foi a data do último concerto ao vivo, no Estádio Candlestick Park, em San Francisco.
 Este é um trecho de meu post The Beatles de Bob Spitz, aqui, neste link

39. Saber em qual canção de George é Paul que toca o solo de guitarra
A magnífica "Taxman"  
A canção, que reclama que o fisco britânico tomava 95% do dinheiro deles, teve a primazia de abrir um álbum Beatle, a única vez que George teve essa honra. Por incrível que possa parecer, é Paul quem toca o magnífico solo de guitarra da canção (deu branco em George, após horas tentando concluí-lo).
Este é um trecho de meu post sobre o álbum Revolver, aqui, neste link


40. Saber quem tocava baixo antes de Paul assumir o instrumento

Stuart Sutcliffe, amigo de John. 
"Dois fatos importantes aconteceram durante esta temporada. A primeira foi a saída de Stuart Sutcliffe da banda. Stu, após uma apresentação no Top Ten, comunicou aos outros Beatles que estava deixando a banda para viver com Astrid, e não retornaria a Liverpool (Stuart se matriculou na Hochschule, uma escola de artes de Hamburgo, semelhante à Liverpool College of Art, onde ele havia conhecido John Lennon). Ao deixar os Beatles, Stu entregou o seu contrabaixo para Paul McCartney, que ele entendia ser o beatle mais preparado para tocar tal instrumento."
Este é um trecho de um post de meu Guru Renato Quaresma sobre Beatles em Hamburgo, aqui, neste link

Nenhum comentário:

Postar um comentário