-

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

A Inspiração dos Beatles

Capítulo 2

Este é mais um capítulo do Projeto

O Universo das Canções dos Beatles

Todos os Capítulos têm acesso neste LINK 



Neste segundo capítulo, a inspiração a que me refiro não é a musical. Essa veio dos grandes ídolos do Rock’n Roll da época, Elvis Presley, Buddy Holly, Little Richards, Chuck Berry, Carl Perkins, e outros menos cotados.

Aqui, a idéia é detalhar o que os inspirou para as letras das canções!!

Para o efeito, listei todas as canções numa planilha, e fui uma a uma, lembrando-me das letras, sim, também tive que recorrer ao Beatles A to Z Lyrics, para relembrar algumas, minha memória não é infinita, e classifiquei-as, de acordo com o assunto (subject). Encontrei 7 assuntos (ah, sempre o número 7), a saber, apresentados a seguir, na ordem cronológica em que surgiram no cancioneiro beatle, de acordo com o catálogo britânico! Mais uma vez, meu critério está sujeito a críticas, chuvas e trovoadas!!

No gráfico, o resultado da compilação!!

Abaixo dele, a legenda!!!






Garotas (Girl)
Foi o primeiro tema a inspirar os rapazes, claro. As meninas aparecerem do primeiro até o último ano da carreira, de 1962 a 1970. Nas canções, há declarações de amor, e também conselhos a amigos e amigas sobre potenciais amores e sobre ‘abrir o olho’ sob pena de perder, e se percebe o amadurecimento com o tempo, com algumas DR’s, amores mais sensuais, mais maduros, enfim!! O tema ‘Girl’ é presente em 74 das 185 canções dos Beatles. Aí, você dirá: ‘Mas tem dor de corno, também, você não falou!!’ Sim, sim, calma, é que essa dor apareceu tanto, mas tanto, que eu resolvi abrir nova categoria, que vem abaixo!

Saudade (Miss)
Sim, o sofrimento pela perda do amor está bem presente, contei 22 canções com esse tema, que aparece logo no primeiro LP em 1963, e falha apenas em 1967 e no derradeiro! Choros,  ranger de dentes, gritos e lamentações a valer, e até o ‘melô do feminicida’, mas sobre isso falarei no post específico sobre Lennon! (*)

Ensimesmado (Self)
Em 1964, eles começam a falar de si mesmos, de como se sentem, e claro, é John quem inaugura, gritando "I’m a loooooser” e depois pedindo por SOCORRO, sentindo-se um anão, enfim, os outros compositores também fazem autoanálise de seu estado de mente, e também de corpo, e nessa categoria, inclusive, está a canção mais regravada de todos os tempos. São 20 ocorrências do assunto, estando presente em cada um dos anos subsequentes. (*)

Lugar de Fala (Speech)
Um ano depois de começarem a se autoanalisar, ele começam a se sentir aptos e a falarem para os outros, para o mundo, para criticarem pessoas e situações, para apresentarem shows e espetáculos, para convocarem viagens, e, principalmente, pra ensinarem que tudo o que o mundo precisa é o amor, que obedece a uma simples e transcendental equação matemática! E eles usaram esse lugar de fala em 29 ocasiões, até 1970.

Contador de histórias (Story)
Essa prática começa também em 1965, e caracteriza 28 canções! E bota emoção, humor, sarcasmo, pra contar histórias, da supermãe, da agente de trânsito, do cowboy traído, do caçador idiota, do feirante, da cantora, da garota que vai embora, e até do psicopata. Haja imaginação!!

Altas viagens (Acid)
Em agosto de 1964, os Beatles foram apresentados a Bob Dylan e à maconha. Em 1965, John mencionou que Rubber Soul havia sido 'The Pot Album', e naquele ano foram apresentados ao LSD (ácido lisérgico, daí o nome). Só em Revolver, no ano seguinte, as drogas aparecem claramente em algumas letras, ou em imagens alucinantes, ou em odes disfarçadas ao consumo, e ano seguinte, veio Lucy, no céu, com diamantes. Identifiquei 9 canções com o tema.... Imagino haver outras, mas eu preferi encaixá-las em outras categorias.

Nonsense
Pra finalizar este levantamento, defini 3 composições de John como não encaixáveis em nenhum assunto. Foram experiências sonoras e jam sessions, que ganharam o status de cancões Lennon/McCartney.
Ufa!!

Então notaram a evolução da persona Beatle?

Enamora-se das meninas
    Leva um chute na bunda
        Começa a pensar na vida
             Desembucha a falar ao mundo
                 Resolve contar histórias
                     Se droga
                         Perde o bom senso

No gráfico, dá pra ver claramente a entrada das fases.






Próximo Capítulo

3. Neste LINKquem falou sobre o que assunto

6 comentários:

  1. Uau, parabéns! Diante dessa pesquisa, organização dos dados, interpretação e resumo, só resta uma saída: aguardar os próximos capítulos, pois PROMETEM!

    ResponderExcluir
  2. Demais isso, quero muito ver os próximos posts, imagino que vai ter as faixas listadas de cada categoria. Abração.

    ResponderExcluir
  3. Homero,seus estudos,analises e graficos sobre os Beatles demonstram que voce atingiu o grau mais alto de conhecimento sobre a Banda e seus componentes. Parabens e continue nos brindando com a difusao de tudo.abrs.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns!!!
    Vamos aguardar com ansiedade o próximo capítulo. Abcs

    ResponderExcluir
  5. Este seu trabalho, com esta riqueza de detalhes, que talvez nem os Beatles sabiam de tantos. Estou admirando muito a sua pesquisa e dedicação. Isto vale ouro.
    Estou curioso para ver os próximos capítulos.
    Sucesso e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Admirável seu estudo mostrando também muito de você, do seu respeito e admiração e porque não dizer, de carinho pelos meninos. Deu trabalho, não deu? Mas sei que foi um trabalho feito com muito prazer. Parabéns! Além de tudo é também prazer para nós leitores. Obrigada.

    ResponderExcluir