-

sábado, 10 de dezembro de 2011

The Quiet Beatle - Grandes sucessos solo

Aqui, o último Caítulo da Série- The Quiet Beatle
lembrando os 10 anos sem George Harrison

           Acompanhei alguns sucessos de George Harrison como 'Give Me Love' com aquela slide guitar deliciosa, 'All Those Years Ago', uma homenagem à época beatle, e 'I've Got My Mind Set On You', um grande desempenho em uma música que não era dele, mas que se tornou grande sucesso em 1987, e que serviu para dizer que ele estava vivo e bem, após um longo recesso. O disco em que tenho essa música é uma coletänea Best of Dark Horse Years, e tem outros grandes sucessos como Cheer Down, Love Comes to Everyone, Blow Away, When We Was Fab, Cheer Down, Poor Little Girl, That's The Way It Goes, além da já comentada 'All Those Years Ago'. Um disco 'must own'!

          Soube que ele foi produtor de alguns filmes de Monty Pithon, grupo do qual ele era fã incondicional, colecionador de todos os videos do grupo e grande amigo de Eric Idle (mais um), tendo sido o responsável pelo lançamento do filme 'A Vida de Brian'. E até mesmo soube que ele esteve no Brasil em 1979 para acompanhar uma corrida de Fórmula 1, sua paixão, mas nem liguei pra isso, pode? É muito pouco para um admirador como eu. Prometo retomar a compra dos CDs antigos.

Voltando ao quesito amigos, a amizade com Paul voltou no começo da década de 90, quando começaram a burilar o Projeto Anthology. Graças ao projeto, pudemos ouvir os Beatles juntos de novo: Yoko entregou aos 3 sobreviventes uma gravação original de John, da canção 'Free As a Bird', Paul e George fizeram letra adicional e, junto com Ringo, um arranjo sensacional, em que se destacava a guitarra de George em toda sua força. Repetiram a dose com 'Real Love', mas somente dando uma cara beatle à canção de John, sem letras adicionais.
Antes daquele reencontro com os amigos do passado, George angariou outras amizades (muitas) no mundo da música e fora dele, e montou com alguns especiais amigos os 'Traveling Wilburys' entre 1988 e 1990, e logo foi batizada 'super-banda'. Não era para menos: juntou George, com Tom Petty, um hit maker com sua banda Heartbreakers, Jeff Lynne, do Electric Light Orchestra, Roy Orbison, que já fazia sucesso antes dos Beatles, que chegaram a abrir shows de sua banda (é dele 'Pretty Woman'), e ninguém menos que Bob Dylan, que dispensa apresentações. Infelizmente, Roy faleceu dois meses após o lançamento do primeiro disco, que foi muito bem recebido por crítica e público.E possibilitou a George oferecer ao mundo uma obra-prima, Handle With Care, tão boa que eu ofereço aqui um link. O segundo disco valeu como tributo a Roy Orbison (vejam a marcante aparição dele no video) e foi o último da efêmera (e super) banda. 


O grupo ainda colaborou num disco beneficente Nobody's Child - Romanian Angels, organizado pelas quatro esposas Beatle, com Olivia capitaneando uma inicitiva junto a Yoko, Linda McCartney e Barbara Bach (a ex-Bond Girl e então e até hoje Sra. Starkey) para a gravação de um CD beneficente com renda revertida para as crianças romenas, vítimas da guerra civil. Contribuiram, além dos Traveling Wilburys, com a canção título 'Nobody's Child', o próprio George em um dueto magnífico com Paul Simon, e Eric Clapton (claro), e Elton John, e Bee Gees, e Stevie Wonder, e Guns and Roses (poderosos), e Ringo, e outros menos votados também colaboraram.
Ringo, aliás, merece um capítulo à parte. Ele e George foram, desde o início, bastante unidos, principalmente pelo segundoplanismo do papel deles na banda, ainda que fundamentais para o sucesso. Ringo também abandonou a banda por alguns dias, quatro meses antes de George. Na carreira solo, George foi parceiro dele em seu maior sucesso solo 'Photogragh'  e desconfia-se ter dado uma ajuda em seu maior sucesso beatle 'Octopuss' Garden'. Os casais sempre se visitavam, aliás, numa dessas visitas, George declarou estar apaixonado por Maurren, mulher de Ringo, mas a amizade ficou apenas abalada .... ah esses astros de rock... e os dois partiram para novos relacionamentos, e vida que segue. Ringo ficou ainda mais próximo da nova família Harrison, tanto que Dhani o chamava de Uncle Ringo.
--- xxx ---

Demais capítulos:



3 comentários:

  1. Homerix,

    Obrigadão por nos brindar com essa magnífica seqüência sobre o George Harrison, extraída da sua inesgotável fonte de conhecimentos sobre os Beatles.

    ResponderExcluir
  2. Legal o artigo, Homero, várias curiosidades sobre os Beatles e o Geoge que eu não sabia!
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Ops.... aprendendo,revivendo, e conhecendo mais...
    Paulus

    ResponderExcluir