-

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Hamburgo e Liverpool, o que tem a ver?

Complementando com um 'Por que?', talvez alguns poucos milhares de pessoas no mundo saibam a resposta assim, de tacho

Você conhece alguém famoso?

Você tem verdadeira adoração por alguma entidade famosa?

Mesmo em caso positivo, a chance de que você saiba a sua cidade natal e uma outra aonde o sucesso dessa entidade foi talhado ainda é pequena... não é sempre que os admiradores de gente sensacional vão a fundo para saber onde tudo começou.

Talvez, mesmo sendo essa entidade um grupo musical...

Talvez, mesmo sendo o grupo musical uma banda de rock...

Talvez, mesmo sendo essa banda de rock a maior de todos os tempos...

Talvez, mesmo sendo os Beatles!!!

Talvez eu possa aumentar o numeral para algumas dezenas, quiçá, centenas de milhares, mas duvido!!!

Acho que vou encomendar uma pesquisa ao IMOPE, o Instituto Mundial de Opinião e Estatística, para abordar pessoas aleatoriamente ao redor do mundo,

Talvez na Inglaterra, no Japão, nos EUA, haja algum índice interessante. Acho que nem mesmo a Alemanha deve mostrar algo relevante. Talvez Hamburgo, pode ser, afinal ainda mantém umas poucas lembranças da passagem dos Beatles, em 5 ocasiões pela cidade (4 delas antes de se tornarem famosos) para tocarem dias seguidos, semanas seguidas, 10 horas por dia, às vezes.

Acho que nem mesmo entre os autodefinidos beatlemaníacos, a estatística seja brilhante... quem sabe de 3 a 5%, no máximo.

Pois é... um membro desse grupo, o Flávio, de trinteipôcos anos vai fazer o circuito assim denominado por mim, como-tudo-começou. Vai à Beatles Week, que acontece todo agosto em Liverpool, cidade natal dos Beatles, e vai também a Hamburgo. Invejável. 

Em homenagem a ele, nosso guru Renato fez um relato detalhado sobre a história beatle na cidade alemã, desde antes de Ringo entrar na banda, que além de outro baterista, tinha um outro baixista, que acabou ficando por lá, apaixonado por uma bela fotógrafa alemã. Toda essa história está no link abaixo... um texto de Renata que me deixou arrepiado ao lembrar dos históricos momentos, e que apenas ilustrei com fotos.

Embarque nessa viagem!!

Parabéns, Flávio!!!

Obrigado Renato!!!



4 comentários:

  1. Homero, fiquei muito feliz por ler esta postagem. Já preparei o mapa, todas as quatro casas estão próximas ao meu hotel, sendo que o Indra e o Kaiserkeller ainda funcionam, mas o Top Ten e o Star Club fecharam. Vamos ver o que sai dessa viagem. Vamos ver se eu volto!

    ResponderExcluir
  2. Volta, sim, Flavio, e quando voltar conte pra gente o que viu e ouviu por lá. Ótima viagem!
    Abr grde

    ResponderExcluir
  3. Sie liebt dich, ya, ya, ya!
    Lembro de já trer ouvido "She Loves You" em alemão.
    Não tenho certeza se a gravação é de uma dessas turnês e se existe por aí para baixar ou em meio físico.

    ResponderExcluir