-

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Clichês, Inglês, Insistez

Clichês, pra que te quero?

Pra você percebê-los sempre nos filmes, e mesmo assim continuar rindo deles!

Como você acha que acaba uma cena em que um personagem abre o porta-luvas de um carro que não é dele?


O que ele encontrará lá? Um bouquet de flores? Uma bíblia? Ou um revólver armado?

O que você acha que vai acontecer com as cinzas de um morto que são mantidas por um personagem numa lata usada de café?



Você prefere açúcar ou adoçante?

Enfim, essas e outras você encontrará no filme "Um Parto de Viagem", em que Robert Downey Jr, entre um Homem de Ferro e um Sherlock Holmes, ganha uns bons trocados fazendo comédia, num filme em que seu personagem cruza de carro os Estados Unidos, de carona com um cara atrapalhadíssimo.

E mesmo asim, você se escangalha de rir, em algumas cenas.

O personagem de Robert é um sujeito arrogante que está em Atlanta, e tem que voltar a San Francisco, onde a mulher está a algunas dias de ter seu primeiro filho. Só que ele esbarra com o tal sujeito na entrada do aeroporto, acaba tendo uma discussão com ele dentro do avião, onde se pronunciam as palavras 'bomb' e 'terrorist', leva um tiro de bala de borracha de um agente disfarçado, mas depois que esclarece tudo, é informado que está proibido de voar. Então, tem que ir de carro, mas descobre que está sem os documentos, que ficaram no vôo, e, tem que aceitar a carona do trapalhão.

Vale a pena, mas certamente muito menos do que o Bonequinho achou. Ele aplaude de pé. O Homerinho apenas olha!

Inglês, alguns termos e porquês

Quero aproveitar para comentar dois aspectos linguísticos, o primeiro, já mencionado, o tal 'bomb'. Em português, aquele artefato que explode tem o mesmo nome do artefato que suga ou impulsiona líquidos e gases. Em inglês, não, e se você é uma mãe, num aerporto americano, com um bebê, e pergunta ao marido se ele não esqueceu a bomba, pra sugar o leite de seus seios, certamente você será retirada, e sua bagagem e a de todos até a quarta geração será revistada. 

 
http://www.tatianabachur.com.br/wp-content/uploads/2009/07/nascimento_cegonha2.jpgO segundo é sobre o nome do filme, em inglês, 'Due Date' e alguns de seus correlatos. O tal 'Tempo Devido' é a nossa 'Boa Hora', a hora do parto. Interessante é que parece que os americanos sempre acreditaram na história da cegonha, pois eles sempre chamaram parto de 'delivery', como se realmente a simpática ave fosse entregar o bebê, pendurado em seu bico acomodado numa fralda, no tempo devido, no tempo encomendado. Então, 'parto normal' é 'normal delivery'! Parece que estão entregando uma pizza ou uma encomenda e perguntam: você prefere 'normal delivery' ou 'express delivery'? HeHeHe.  Sempre achei isso muito interessante. A entrega 'expressa' lá se chama 'C Section', sendo o 'C' de 'Cæsarian' como aqui, mas eles usam muito mais o termo técnico. Também acho peculiar o jeito que eles chamam o aborto. Aqui, seja espontânea ou provocada, a expulsão do feto, nós o chamamos do mesmo jeito. Lá, não. 'Abortion' é usado apenas para este último significado, o de provocado. Quando a coisa acontece naturalmente, o que aconteceu foi um 'miscarriage' ou seja, foi um carregamento falho, ou que a carregadora estava com defeito, o que é muito cruel com as pobres gestantes, que sofrem esse terrível evento em suas vidas. Mas hoje eu acredito que, se foi assim, é porque tinha que ser.
Insistez, só pra rimar!

Eu mesmo, fui produto de 'miscarriage', aliás dois. Explico: meu único irmão é 13 anos mais velho, e eu demorei tanto assim pra vir ao mundo pois minha mãe teve dois 'spontaneous abortions', com longos intervalos entre eles. Ela foi insistente. Então, se um dos fetos tivesse vingado, um outro espírito teria habitado este corpinho, e dificilmente este engenheiro beatlemaníaco, com uma família maravilhosa, e metido a escritor, estaria aqui escrevendo pra você.

Abraço
Homero Escrito Certo Por Linhas Tortas Ventura

21 comentários:

  1. Homero,

    Gostei da aula de inglês e da indicação do filme "Um parto de viagem". Aliás, fui assistir com minha companheira de 18 anos de casamento à peça "A História de Nós 2" por recomendação sua e .... rimos muito fazendo uma analogia com nossa vida. Valeu.

    Sds,

    ResponderExcluir
  2. Oótimooooooo, Homero Heliodora Ventura

    Paulus

    ResponderExcluir
  3. Boa Noite Homero

    O Alberto comentou neste final de semana prolongado, este seu dom de escrever.
    Muito Bom!!
    Gostei

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante as curiosidades e teus comentários. Minha filha me disse que para gravidez, além de pregnancy eles usam nesting (como se fôsse uma ave). Você tem estado muito prolífico.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  5. ADOREI seus comentários sobre o delivery! hahahahahahahahahahaha ÓTIMOOOOOSSSSSSS

    ResponderExcluir
  6. caro Homero

    robert downey jr, classifico como grande ator cômico. Dei risada até em homem de ferro!!!(??)

    esses dias te "repassei" uma lista enorme de clichês nos filmes,
    não é meu costume repassar e-mail, mas achei que você iria gostar!!

    vendo você traduzindo com propriedade alguns têrmos que diferenciam as culturas estrangeiras,
    lembrei-me que você ainda não me respondeu o real significado de norwegian wood.
    Mas tudo bem, "no problem"


    Homero, porque você não faz um trabalho com traduções livres de todas as músicas dos Beatles?,
    é claro, de grão em grão, aos pouquinhos, porque "toma e leva" tempo.
    Isso seria bem legal para malandros e ignorantes da língua como esse seu amigo.



    bração

    ResponderExcluir
  7. Gostei do texto. E vou assistir ao filme
    Ainda bem que você veio ao mundo e “vingou”, como diziam na minha terra sobre os bebes que sobreviviam ao parto, e aos primeiros meses de vida.

    ResponderExcluir
  8. Que bom que estas conosco! :-)

    Eu, com 6,5 de gravidez de Luísa hoping for a normal delivery!

    Bom dia!

    ResponderExcluir
  9. Que legal! Nem sabia!!! Você anda quieta, e eu não visito seu andar, aí não havia notado a protuberância!!!

    E parabéns por planejar um normal delivery. Não é comum hoje em dia...

    Abraço e que tenha uma boa hora....

    Homero

    ResponderExcluir
  10. Caro Homero,

    Como você pode ver, estou realinhando minhas prioridades. Como sempre, seu texto é interessante e agradável de se ler. Com relação ao uso da palavara "miscarriage", as mães não devem se sentir mal uma vez que quem fez o "carregamento falho" foi a cegonha!

    Um abraço,

    ResponderExcluir
  11. Engraçadinho! (quando vc escreveu....Então, se um dos fetos tivesse vingado, um outro espírito teria habitado este corpinho, e dificilmente este engenheiro beatlemaníaco, com uma família maravilhosa, e metido a escritor, estaria aqui escrevendo pra você).

    há uma possibilidade de que fosse o seu espírito tentando nascer antes e assim, vc já poderia estar aposentado - na praia - de bermudão - sem ter que pensar em BPO....

    Abs,

    ResponderExcluir
  12. Oi Homero

    Também assisti o filme e concordo com você. Bonequinho aplaudindo de pé foi muito.

    Também achei meio forçado a estória de não poder mais voar, ficar sem os documentos e confundir o posto Texaco com México, mesmo com toda erva, porque antes de entrar no México tem que sair dos EUA.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Mas que texto delicioso, Homero!
    Irônico e esclarecedor!!!
    meu abraço e ótimo show!!!!

    ResponderExcluir
  14. oi Homero
    baixei este filme ontem para ver hoje... agora com seus comentários já fico mais motivada ainda pq adoro o Robert Downey Jr....
    fiquei feliz que ele deu a volta por cima e está fazendo sucesso novamente e principalmente fazendo filmes bem variados já que ele é muito capaz...
    para quem foi indicado ao Oscar por Chaplin ainda muito jovem, Hollywood reconheceu seu talento indicando-o novamente no ano passado por Trovão Tropical - hilário - e agora o colocando na lista dos grandes...

    ResponderExcluir
  15. Como falamos, acho que vai ficar paa o dvd...Foi bom ter visto o "muita cama...hora" ontem no cinema, pois o visual compensa muito a ida à telona...Aliás, a s 3 meninas (ou 4 dependendo do enfoque) arrrasam.... em todos os quesitos...

    Somente 2 observações: o bonequinho no jornal de ontem já estava a sentaire, ó pá !!! E Robert Downey é o cara...

    Abçs

    ResponderExcluir
  16. E hoje, aplaude de pé, d'novo... indeciso o rapazola....

    Mas diga-me, nada sobre as incursões linguísticas? Conhecia tudo aquilo? Tem muita gente boa que não sabe que parto é delivery, que cesárea é C Section e que aborto é miscarriage....

    ResponderExcluir
  17. só desconhecia o miscarriage...

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Homero.


    Vi o filme com o Robert Downey Jr e também gostei. Ma o que gostei mesmo foi o show do Paul ontem: Nota DEZ com louvor!
    Valeu as dicas lingüísticas.

    ResponderExcluir
  19. O show?

    Em uma palavra? Inesquecível....

    .... aguarde um texto homérico ....

    Abraço

    Homero Ainda Tremendo Ventura

    P.S. Que bom que gostou do 'One Delivery of Trip'

    ResponderExcluir
  20. Adorei o texto, primeiro porque é muito confortante compartilhar a opinião de que realmente não era para ter acontecido e, segundo, porque gosto muito das suas críticas de cinema.

    Bastante apropriado para a minha atual fase

    ResponderExcluir
  21. Querido Homero,
    Gosto muito de RD Jr. e já vi a chamada no cinema. Promete.
    Mas promete mais ainda seu comentário no final! :-)
    Em determinadas horas, insistir é tudo!

    Abraços,

    ResponderExcluir