-

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

CAN'T BUY ME LOVE - Canção de AHDN

Esta é uma canção do A Hard Day’s Night, 3° álbum dos Beatles

Outras canções do álbum e seu contexto, neste LINK

Outras canções da Classe Flirt das Girl Songs, neste LINK


  7. Can´t Buy Me Love  (Flirt Girl Song by Paul McCartney)

Paul esclarece: "Vou te dar tudo que eu tenho pra dar se você disser que me ama também. Eu posso não ter muito pra dar,  mas o que eu tenho, eu darei a você.   
 
A paquera evolvendo amor e dinheiro passeia pelo blues animado que Paul criou, sozinho, com quase nenhuma ajuda de John. Ela foi escrita enquanto estavam na maratona parisiense de dois shows por noite, mas tinham um piano na enorme suite que ocupavam no luxuoso Hotel George V que usavam para compor as canções que precisavam para o filme. E gravaram lá mesmo, no Pathé Marconi Studios da EMI, única vez na carreira que gravaram fora da Inglaterra. E foi muito rápido, os quatro tocando seus instrumentos habituais, em quatro takes. Depois, apenas George teve tempo de voltar ao estúdio fazer um overdub de seu solo de guitarra, e dá pra se notar o original em partes da gravação final. Aliás, esse solo inaugurava uma prática que seria adotada dali em diante: a composição do solo de guitarra. Até então, George chegava e tocava o que lhe dava na telha! Outro que teria que voltar ao estúdio para fazer um overdub era Ringo, mas ele não tinha agenda: ele tinha inúmeras cenas solo no filme. Então, como os pratos necessitassem de mais agudos, quem pegou na baqueta foi mesmo o engenheiro Norman Smith, não creditado!
 
O ponto alto da canção, entretanto, é o vocal vigoroso de Paul, apenas ele aparece, embora eu particularmente ache muito interessantes os backing vocals de John e George que se ouvem em versão alternativa do Anthology, nas partes "ooooh satisfied" ou "ooooh just can't buy," e equivalentes. A ideia de começar pelo nome da canção (e também do final) foi de George Martin, para causar impacto, o que claramente foi conseguido. Notáveis também são os já tradicionais Beatles Breaks, momentos em que os instrumentos param, deixando apenas a voz do cantor, prática que usaram em algumas canções, notavelmente logo na primeira, Love Me Do. Aqui, eles ocorrem, brilhantemente, nos trechos em que Paul canta "much for money". Boa decisão também a de deixarem apenas baixo e bateria no final. A canção era uma favorita de shows nas turnês de 1964!
 
No filme, a cena em que a canção aparece é an-to-ló-gi-ca, quando os quatro, em meio à fuga dos fãs, fazem malabarismos acrobáticos mil, lembrando muito cenas do cinema mudo, tipo Comedy Capers. Deixo a cena aqui (um pouco modificada, com tempo variado), neste LINK, para lembrança e exaltação. 
 
Antes de ser a sétima canção do álbum, Can´t Buy Me Love foi lançada em compacto, com You Can't Do That no Lado B, em 24 de março de 1964, quatro dias depois do lançamento nos Estados Unidos, onde foi imediatamente para o topo da parada, comandando um trenzinho de cinco canções dos Beatles nas posições 2 a 5 (as outras eram Twist And Shout, She Loves You, I Want To Hold Your Hand e Please Please Me), fato único na história da música. E juntando-se a outras nove, até a posição 100, também inédito.

 

A América estava definitivamente conquistada.

Um comentário: