-

quarta-feira, 17 de março de 2021

As 9 Person Speech Songs dos Beatles

Capítulo 13


A saga é

O Universo das Canções dos Beatles

Todos os Capítulos têm acesso neste LINK 

Num capitulo passado (neste LINK), eu classifiquei as 29 Speech Songs do Beatles em Classes

As Person Speech Songs, em que o autor fala para UMA Pessoa

As Group Speech Songs, em que o autor fala para um GRUPO de Pessoas

As World Speech Songs, em que o autor fala para TODAS as Pessoas

E produzi a tabela resumo ao lado, por Classe e por Autor:


Neste post, informarei algo sobre cada uma das canções da Classe Person!!

Vamos lá?


Discurso para Pessoa - Person Speech Songs (9)

As canções que estão em vermelho já têm
análises mais aprofundadas sobre elas!
Basta clicar em seus nomes!


1. 
And Your Bird Can Sing (Revolver- 1966)

John diz 'VOCÊ me diz que tem tudo o que quer, que seu pássaro sabe cantar, mas VOCÊ não me engana! Depois ele repete mais três vezes essa estrutura, com outras declarações terminando com '.. mas VOCÊ não me engana'. John nunca esclareceu o que queria dizer exatamente com a canção, mas as especulações grassaram, dizendo que VOCÊ era Frank Sinatra, com quem os beatles disputavam o estrelato na América, ou Marianne Faithful, namorada de Mick Jagger, ou mesmo seu parceiro Paul McCartney. Nunca foi esclarecido, jamais será. Musicalmente, é espetacular o riff de guitarra em harmonia, com George e Paul fazendo uma voz cada... além de proverem os backing vocals perfeitos de sempre!!

2. Baby You’re a Rich Man (Compacto e Magical Mistery Tour - 1967)

John diz 'Quantas vezes VOCÊ esteve lá pra saber? O  que VOCÊ viu lá' e Paul complementa 'Cara, você é um homem rico!' o VOCÊ em questão era um representante dos 'beautiful people' do movimento hippie, e o 'Rich' do refrão de Paul, na verdade, é de bens imateriais, dos bons pensamentos de paz e amor. Bonito, né? Nos vocais, cada autor canta sua parte. Note um instrumento diferente ao longo da canção não é uma daquelas flautas de encantar serpente, na verdade é John tocando um clavioline, um precursor do sintetizador, que dominaria a música na década seguinte... Beatles sempre inovadores... Outras curiosidades: Mick Jagger participa dos backing vocals e a canção foi a primeira a ser gravada e finalizada fora da EMI.

3. Dear Prudence (Álbum Branco - 1968)

John diz 'Querida Prudence, vem brincar aqui foram, deixe-me ver seu sorriso, o dia está lindo e você também! A atriz Mia Farrow e sua irmã Prudence eram companheiras dos Beatles no retiro espiritual em Rishikesh na Índia. Prudence era a mais dedicada à Meditação Transcendental e não interagia com os outros. John fez a canção pra ela! E ficou linda!! Começava apenas com John ao violão um dedilhado novo para ele (que aprendeu lá, com o astro Donovan e que viria a utilizar também em Julia, outra do Álbum Branco), e depois vai crescendo ritmicamente, de maneira fenomenal. Paul foi o que mais trabalhou, porque, além do baixo (espetacular!), tocou piano e bateria, sim, porque Ringo havia abandonado os Beatles.... chateado com críticas que recebera de Paul na gravação de Back in The USSR.... mas ele voltou uma semana depois... 

4. Birthday (Álbum Branco - 1968)

Paul diz 'É seu aniversário? É meu também! Vamos nos divertir! Parabénd a VOCÊ! Ô letra simples e direta!! Pouco a ser dito sobre ela! Apenas que foi feita no estúdio, uma vontade de Paul de fazer uma coisa 'pra cima'. E que foi George quem tocou o baixo, ficando Paul na guitarra. E que Yoko fez backing vocal e bateu palmas, e também Pattie, a esposa de George. Ah, sim, a música é contagiante!!. 

5. Sexy Sadie (Álbum Branco - 1968)

John diz 'Sexy Sadie, você quebrou as regras, o mundo esperava por você, o que você fez?' Na verdade, o tal sádico sexual seria o Maharishi Mahesh Iogi, o guru que encantou a todos os Beatles a ponto de irem se internar em seu ashram em Rishikesh na Índia para aprenderem Meditação Transcendental . John se desencantou com ele quando Mia Farrow, a atriz, irmã de dear Prudence, o acusou de assediá-la sexualmente. John queria dizer: 'Maharishi, what have you done, you made a fool of everyone!" mas foi demovido por George e os outros, e trocou por 'Sexy Sadie'. A canção é maravilhosa. John no seu melhor, Paul e George perfeitos, sem reparos!

 6. Good Night (Álbum Branco - 1968)

John, na voz de Ringo, diz 'Hora de dizer boa noite, durma bem, sonhe doces sonhos pra mim, sonhe doces sonhos pra VOCÊ!' VOCÊ é Julian, filho de John, então com 5 anos. A canção é de ninar, maravilhosa, a orquestração, perfeita, composta por George Martin. Sem palavras! Sempre choro quando ouço.

 7. Hey Bulldog (Yellow Submarine - 1969)

John e Paul dizem "VOCÊ pode falar comigo, se você estiver sozinho' VOCÊ, neste caso, pode ser qualquer um. John falou uma vez que 'Hey Bulldog é um rock que soa muito bem mas que não quer dizer nada'! E ele tem razão nas duas coisas! É uma daquelas músicas que eles fizeram no estúdio, pra preencher o tempo, e que sai uma coisa genial. Um riff de guitarra sensacional, também levado pelo baixo, que segue insano toda a música,  um latido de Paul que John gostou e respondeu e ficou na gravação, fazendo até que mudasse o nome original, que era Hey Bullfrog. Olha só ouvindo, mesmo! Fez parte da trilha sonora do filme Yellow Submarine!

  8. Golden Slumbers (Abbey Road - 1969)

Paul diz "Durma, queridinha, não chore, que eu te canto uma canção de ninar' E é isso que ela é! É a sexta canção do espetacular medley do Lado B de Abbey Road, intensamente orquestrada. John não participou porque convalescia de um acidente de carro. George tocou baixo, e Paul, piano. Ela é imediatamente seguida por ....

 9. Carry That Weight (Abbey Road - 1969)

Paul diz "Menino, você vai ter que carregar esse peso por muito tempoNa verdade, o 'menino' seria ele mesmo e cada um dos outros três Beatles, sendo o sucesso, aquele peso citado!  Peso que foi demasiado para dois deles... John, que foi assassinado, e George, que morreu de câncer mas, anos antes, foi atacado por um lunático em sua casa, e levou 10 facadas! Paul tem o acompanhamento vocal dos outros três Beatles nesse canto, inclusive de John, que adicionou seu vocal quando saiu do hospital. Notável a orquestração intensa, presente em todo o medley.

Próximo capítulo:

14. Neste LINK, comentários e trechos da Classe 'World’ das Speech Songs


3 comentários:

  1. Sempre boa leitura e curiosidades tipo Mick Jagger fazer back vocal e a Mia Farrow e irman Prudence na India com eles sendo a Prudence motivacao para nova musica. Tudo muito bem pesquisado e delineado.

    ResponderExcluir
  2. Homero, é simplesmente fantástico a viagem ao mundo Beatles que vc nos proporciona. Após a leitura fica sempre a expectativa da próxima viagem.
    Que venham as próximas estarei sempre em QAP

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Homero, que primor!
    Denise do Nascimento

    ResponderExcluir