-

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Cadê o Capitão Nascimento


O episódio de ontem, quando o Globocop filmou mais de 200 bandidos em fuga para o Complexo do Alemão, me lembrou uma cena de Tropa de Elite II.

Se você é um dos 10 milhões de pessoas que assistiram ao filme, pode seguir lendo, e me diga o que achou. Ah, e leia a resenha do Gabriel, amigo de Renata, que eu publiquei nesta mensagem. Ela é espetacular!!!

Se você não é um desses 10 milhões, já é tempo de testemunhar o maior sucesso do cinema brasileiro de todos os tempos, pois deve ultrapassar a marca de Dona Flor e Seus dois Maridos (10,7 milhões), neste fim de semana, se é que já não passou.

Bem, na cena que eu menciono, o Matias, reintegrado ao BOPE, é escolhido para ser o líder de campo de uma operação para recuperar armas roubadas, supostamente por traficantes.

O Coronel Nascimento comenta em off :
      - Acontece que Matias foi treinado por mim!

E descreve que ele planejou atacar por um lado, e mandar a maior parte do contingente para um outro ponto da comunidade, por onde os bandidos fugiriam. E é lá, naquele exato ponto de fuga, que ocorre a emboscada, que acaba com os bandidos mortos ou presos.

Pois, é, trata-se de uma tática conhecida, e que pode ser aplicada, se há 'inteligência', em seu sentido técnico.

Voltando à situação real, diziam os moradores que a rota de fuga dos bandidos de Vila Cruzeiro era manjada. Portanto, faltou 'inteligência'.

Faltou Capitão Nascimento.

E onde estava o Capitão Nascimento naquele exato momento da fuga?


 
 
Resposta: Na Globo,  em carne e osso, na pele de Rodrigo Pimentel, o inspirador do personagem, agora no ofício de especialista em Segurança Pública.





Em tempo, Beltrame tem todo o meu apoio!!!

Esse gaúctcho é matcho!

Homero Clamando por Inteligência Ventura