-

domingo, 29 de janeiro de 2012

Ouvindo todos os lados da tragédia..



Tragédias são eventos que têm grande repercussão,  geram comoção,  e muitas vezes a imputação de culpa a uma única entidade, quando na verdade é sabido que normalmente elas acontecem devido a um combinação de fatores...  E aparecem sempre os oportunistas, as coberturas viesadas e sensacionalistas. E aparecem os aproveitadores, como aquele bbanco que enviou aquela carta aos clientes vendendo seguros no dia seguinte...

Nessa hora é importante se ter a cabeça fria para analisar todos os fatos e dar ouvidos a todas as partes envolvidas, para que se chegue a um conlusão correta, inda que seja muito complicado...

Abro espaço aqui para a declaração de um amigo que trabalha no T.O. a empresa de informática aonde se realizava uma obra de troca de divisórias....

Veja questões abaixo que não estão sendo faladas:
1) O edificio originalmente só tinha 9 andares e depois colocaram a outra parte do prédio em cima;
2) O prédio inicialmente tinha o formato de pirãmide em cima e depois foram feitos "puxadinhos" que deixaram o formato do prédio quadrado como estava antes da queda;
3) A obra do Metrô gerou um afastamento do prédio com relação ao prédio do lado, e simplesmente fecharam a abertura;
4) Existiam infiltrações no subsolo e entupimentos constantes que podiam causar movimentação no subsolo;
5) Existia uma obra na base do prédio ao lado, de 4 andares, onde funcionava uma sapataria;
6) As janelas que foram abertas no prédio já existiam, não foram feitas pela TO. O próprio síndico do prédio tinha uma janela.
E tem informação recente: o 16º andar do nosso prédio estava também em obras, informação repassada por homem que esteve no edifício no final da tarde. Colunas de sustentação teriam sido retiradas.

Ou seja, existem muitos fatores que podem ter causado o problema que esta sendo atribuído à mudança de layout de divisória que estava sendo feita no nosso andar. 

Está aqui aberto o espaço. Esperemos que todos sejam ouvidos e que se faça justiça de uma maneira correta, bem analisada, sem precipitações!

Abraço

Homerix