-

segunda-feira, 15 de março de 2010

No meio do caminho tinha um porco


Título alternativo:
Os meninos dançaram .... e dançaram! (precisa explicar?)

Mantendo a tradição de ser a pedra no sapato do Peixe (sapato de peixe?), o verdão nos meteu 4x3 em plena Vila Belmiro.

Na época gloriosa do Santos de Pelé, só não ganhamos tudo por causa do Palmeiras.
Veja só, ao lado, a tabela dos campeões paulistas de então.

(coloquei a referência aos artilheiros para lembrar o tamanho do, aquele sim, fenômeno!)

Então, agora foi a mesma coisa.

Mas o caminho continua firme.

Foi um jogaço! Inacreditável! Mesmo assim, não chegou perto do fantástico Santos 7x6 Palmeiras, no Pacaembu, em 1958. A marcha da contagem (0x1, 2x1, 2x2, 5x2, 5x6, 7x6) matou três torcedores, de enfarte!

Ontem, só deu pra 'morrer' de raiva!

O menino Neymar entrou na galeria do eles-me-batem-o-tempo-todo-e-quando-eu-bato-sou-expulso. Ele tem que aprender a ficar quieto, apanhar quieto, que um dia, a punição vem. E, cá entre nós, a falta foi desclassificante mesmo. E atrapalhou uma possível reação final, pois havíamos acabado de empatar.

Botamos o Palmeiras de volta no trilho!

Tinha um porco no meio do caminho!

Parabéns ao Palmeiras!

Vemo-nos na semi-final!!!

Homero Ainda Firme no Caminho Ventura

Nenhum comentário:

Postar um comentário