-

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Yesterday - Filme e DVD

Yesterday é Beatles como você nunca viu. 

Uma situação ficcional espetacular.

Imagine um mundo paralelo em que tudo (ou quase tudo) é igual ao que temos hoje, PORÉM os Beatles não aconteceram, John, Paul, George e Ringo existem, mas tomaram caminhos diferentes e tal, e de repente um fã dos Beatles acorda nesse mundo, depois de um acidente. Mais que um fã, Jack Malik é um músico, um bom músico, mas que está perdido em meio a suas composições medianas e não encontra seu lugar ao sol no 'showbis'. Quando se recobra do acidente, ele ganha um violão da eterna quase namorada, e para retribuir, canta 'Yesterday', para espanto dos interlocutores, que perguntam: 
'Nossa, que lindo, você que compôs?"

Aí, começa uma série de situações espetaculares! É melhor para quem conhece profundamente a carreira dos Beatles? Sim, claro, porque você percebe muito mais coisas do que quem não conhece. Eu, por exemplo, ri de me esbaldar em dezenas de situações. Mas, decerto que será interessante mesmo para quem não conhece muito.

Emocionante, arrepiante...

Eu, e um mundo de fãs, esperávamos muito o lançamento no cinema, por conta de ótimos trailers. O filme superou as expectativas, com apenas um porém!! A MELHOR situação dos trailers, que é quando ele apresenta ao mundo a canção 'Something', não aparece no filme.... e a gente percebe que não vai aparecer porque de repente a gente ouve alguns dos versos da canção numa situação secundária, e se pergunta: "Ué, e aquela cena do Talk Show?".... e o filme vai, vai ,vai e a cena realmente não vem..

Claro que a primeira coisa que eu fiz ao sair do cinema foi investigar o motivo de tal supressão. Descobri que a tal cena do Talk Show desencadeava uma linha em que o Malik acaba se enamorando por uma outra mulher, que estava presente no programa de TV. E o diretor preferiu simplesmente eliminar essa linha integralmente, para não atrapalhar o triângulo natural entre o astro, sua namorada e o sucesso que ele estava prestes a experimentar, mas que custaria o relacionamento entre os dois. Pô, no mínimo, uma sacanagem com a atriz e com todo a envoltória dessa linha alternativa. Mas, tudo bem, o filme foi o máximo .... ou quase!!!

Naquele momento, também eu planejei a mente: "Bem, decerto que o DVD vai trazer essas 'deleted scenes' e fim alternativo, então, assim que sair, certamente estará na minha estante!!". Só que eu me esqueci disso, mas, felizmente, ontem eu fui à Livraria da Travessa para o lançamento do livro do Boechat, e LÁ ESTAVA ELE!!!

Eu ia comprar de qualquer jeito, porque merece estar em casa, mas decerto que estes dizeres abaixo fizeram-me exultar!!! 


Espero que meu desejo seja atendido!!!

Ah, note ali a presença de Eddie Sheran, sim é ele mesmo, atuando como ele mesmo. Ele se apaixona pela 'nova' música de Malik e o contrata para abrir um show. A melhor cena com ele é quando Malik apresenta 'The Long and Winding Road'. Espetacular!!!





2 comentários:

  1. Homerix,

    Ótimo alerta para as coisas boas. Quer ver, vou buscar.

    ResponderExcluir
  2. Muito surreal essa história! Porém, interessante e inesperada! Até Lennon deu as caras lá! Também achei o final bastante "fair"...
    Agora, queremos saber de vc, Homero - nas "deleted scenes" do DVD tem a cena do talk show? O que mais de interessante tem lá? Please, speak up! The suspense is killing us!

    ResponderExcluir