-

domingo, 22 de fevereiro de 2015

O que você vai fazer nos próximos 12 anos?


Foi com essa pergunta que Richard Linklater, então diretor com algum destaque, iniciou uma conversa com os atores Ethan Hawke e Patricia Arquette, atores já de algum nome de Hollywood.

Após o espanto inicial, a proposta: ele queria fazer 'Boyhood', um filme contando a história de uma família americana comum durante 12 anos, usando os mesmos atores!

Como sempre acontece com as reações de homem e mulher, Ethan imediatamente achou o máximo, e Patricia teve ressalvas. Mas aceitou. Ele seria Mason Evans, ela Olivia (Lis), pais de Mason Jr e Samantha, família formada no Texas, meio-oeste americano.

Depois foi a busca pelo ator mirim que faria Mason Jr, então com 6 anos, que iria crescer, ficar adolescente, virar adulto, ao longo do projeto. Fizeram testes mil e encontraram Ellar Coltrane. Para o papel de Samantha, a irmã dele, Richard já tinha decidido: a própria filha Lorelei faria o papel!!

Os riscos eram grandes: doenças, mortes, simples desistências, outros projetos, perda de desempenho, principalmente dos mirins, que poderiam se tornar adolescentes sem expressão.

Um projeto inovador, arrojado, incrível.

Ele conseguiu concluir o processo, em que todos se reuniam apenas 3 ou 4 dias por ano para filmagens (um total de 39 dias -!!!- segundo Linklater) e lançou o filme lá no início do ano passado. Teve boas críticas, ganhou alguns prêmios, inclusive o Globo de Ouro, de Melhor Drama. 

Aqui no Brasil, não me lembro de ter entrado em shoppings, se passou não percebi. Nos últimos 40 dias, mesmo com a vibe do Oscar, não decolou e ficou naquelas sessões únicas de salas de cinema de arte! A que eu vim, por exemplo, era 13:40, horariozinho xexelento.

Mas consegui!!!!

Muito interessante! A vida do menino vai passando sem anúncios de que ano estamos, apenas vamos notando seu crescimento, marcados por músicas da época correspondente. Felipe  disse que se emocionava ao ouvir os primeiros acordes de várias delas. E eu me arrepiei a duas concessões à minha época, uma delas com uma aluna de College cantando Wish You Were Here, do Pink Floyd, e uma outra espetacular homenagem aos Beatles, protagonizada por Mason Pai, na verdade Ethan Hawke,  que repetiu no filme uma cena de sua vida real, que o diretor incluiu no roteiro: um presente ao Mason de uma compilação feita por ele, com um texto que me emocionou, lembrando os primeiros sucessos deles nas carreiras solo, sugerindo que aquele continuava sendo um disco dos The Beatles, mas tocando separados.

Bem, Linklater conseguiu fazer o que queria: mostrar o dia-a-dia de pessoas americanas comuns, sem grandes percalços! Não tem nenhum assassinato, acidente terrível, pessoas à beira da morte, traições, 'você não é filho do seu pai', nem um monte de clichês que existem em historias inventadas. E consegue fazer um filme de quase 3 horas sem ser maçante, mesmo sem acontecer absolutamente nada, nada mais do que o American way of Life de pessoas comuns, crianças na middle school depois highschool, dirigindo aos 16, bailinhos, proms, depois universidade, muito aconselhamento à disciplina, foco, ética, a importância do estudo (um exemplo fantástico de incentivo de Liv a um imigrante para que estudasse, e anos depois vendo-o bem sucedido, agradecendo o conselho!), claro que associado com aquela pressão pras crianças saírem de casa e 'get a life', apego a armas e religião (!), consciência política. 

Neste último quesito, uma passagem muito interessante, com o filme em sua fase concomitante à campanha presidencial de 2008, e Mason Pai fazendo campanha aberta ('Tudo menos Bush!!!'), incitando os filhos a colocarem placas pró-Obama nos jardins das casas (e a roubar uma placa pró-McCain). Marcante foi uma delas sendo rejeitada com um WASP falando "Do I look like a Barack Houssein Obama supporter?". Legal que o filme só passando agora não pode ser tachado de propaganda política!!!

Olha, se Boyhood ganhar não vou ficar nem um pouco chateado. Com certeza 'O Jogo da Imitação'', 'A Teoria de Tudo'' e 'Sniper Americano' tenha me marcado mais, mas se ganhar, é merecido.

Quero ver toda família na cerimonia de logo mais, já dois anos mais velhos.... Me acostumei a ver o crescimento daquelas pessoas...

3 comentários:

  1. Homerix,

    O que fazer nos próximos 12 anos? Trabalhar com multiplicada dedicação e seriedade para recuperar o país, que foi solapado pela tsunami bolivariana dos últimos 12 anos.

    ResponderExcluir
  2. Homero
    Muito interessante essa produção.
    Quanto ao nosso pais, penso que vai levar um pouco mais de 12 anos para recuperar a credibilidade junto a comunidade internacional.
    Doze anos atrás, havia uma esperança de melhoras considerando uma oposição que a gente acreditava ser honesta, mas .... veio a turma do Zé, do Geno, etc., e transformou o país nesse quase caos que estamos vivendo.
    Foram doze anos de pura robalheira. Mensalão, Petrolão, etc.
    Temo pelo Lava Jato, pois são tantos Juízes da turma que, ?????
    Itamar

    ResponderExcluir
  3. Homerix,

    Nas manifestações deste fim de semana, mostramos maturidade, sobriedade e sem violência, sem sangue. O que me faz sentir recompensado pela intensa participação e exposição nos movimentos estudantis dos anos setentas. Veja como o mundo viu as manifestações no Brasil:

    El Universal México:

    http://www.eluniversal.com.mx/el-mundo/2015/impreso/brasil-se-vuelcan-en-las-calles-contra-dilma-90077.html

    New York Times:

    http://www.nytimes.com/2015/03/16/world/anger-bubbles-up-against-brazilian-president.html?_r=0

    CNN:

    http://www.cnn.com/2015/03/15/americas/brazil-protests/index.html

    Washington Post:

    http://www.washingtonpost.com/world/in-brazil-protesters-target-president-and-government-corruption/2015/03/15/69e8568a-cb4d-11e4-a2a7-9517a3a70506_story.html

    Financial Times:

    http://www.ft.com/home/us

    The Economist:

    http://www.economist.com/news/americas/brazildemonstrations

    The Herald:

    http://www.heraldonline.com/news/nation-world/world/article14536745.html

    Le Figaro:

    http://www.lefigaro.fr/flash-actu/2015/03/15/97001-20150315FILWWW00113-bresil-manifestations-contre-dilma-rousseff.php

    Berliner Morgenpost:

    http://www.taz.de/Massenproteste-in-Brasilien-/!156480/

    El País:

    http://brasil.elpais.com/brasil/2015/03/15/politica/1426458992_617989.html

    Corriere Della Sera:

    http://video.corriere.it/brasile-migliaia-strada-contro-dilma-rousseff/52b0bdba-cb46-11e4-9a7c-4c357fdc7cec

    Clarín:

    http://www.clarin.com/mundo/Brasil-masivas-marchas-Dilma-Rousseff-prepara-medidas-anticorrupcion_0_1321667980.html

    ResponderExcluir