-

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Sr. Barock ... ou seria ... Sr. Spack?

Star Trek teve 5 séries na TV: a original, a Nova Geração, Deep Space 9, Voyager e Enterprise.
Sou fissurado na primeira, admiro a segunda e nunca vi nada das últimas. 
Como fã, comprei há tempos uma caixa de fitas VHS (ainda existe a mídia!) com os episódios-piloto das quatro primeiras séries.
Nessa onda Star Trek que vivo hoje, revi o piloto da Clássica (aliás, os dois), vi pela primeira vez o da Nova Geração, e o da Voyager, chamado 'The Caretaker'.
Muito bons os dois novos!
A nave Voyager é comandada pela Comandante Janeway, provavelmente a primeira mulher a comandar uma nave estelar. E logo em sua primeira missão, a nave cai numa armadillha que a leva a um quadrante nunca antes atingido, a 70.000 anos-luz de distância.
Nenhuma alusão a Tico e Teco, por favor!
Com certeza, ela acabou indo (literalmente) aonde nenhum homem jamais esteve, obedecendo fielmente ao mote criado por Gene Rodenberry.
E a série toda trata das tentativas de encontrar o caminho de volta.
Interessante observar que o tal Caretaker é uma entidade que toma conta de uma população que vive no subterrâneo de um planeta que perdeu as condições de vida na superfície devido a quê? A um grande aquecimento global! Profético, não?
Bem, tudo isso é para comentar um dos tripulantes da Voyager, um vulcano, portanto totalmente lógico, racional e de orelhas pontudas.
Até aí tudo bem, mas a novidade é que ele é negro!!!
Seu nome é Tuvok.
Como quase todo vulcano que eu conheci no maravilhoso mundo trekker, ele tem um nome curto, terminado em 'k'.
Veja:
1.      Spock,      o grande Spock, apresentação não necessária;
2.      Sarek,      o pai do grande Spock, que conhecemos na série clássica;
3.      Sybok,      o irmão do grande Spock, que conhecemos no quinto filme no cinema;
4.      Saavik,     o caso do grande Spock, uma tenente que conhecemos nos primeiros quatro filmes no cinema. Diz a lenda que o grande Spock visitou Saavik, no sentido bíblico, como parte do processo de recuperação de sua memória, no final do terceiro filme. Danadinho!

E o fato de Tuvok ser um vulcano 'afro-americano' veio a mim justamente numa semana em que soube de uma interessante comparação que se faz na mídia americana: Sr. Spock com Barack Obama.
Segundo esses especuladores, Obama é a personificação de Spock!
Senão, vejamos:
1.         Obama é filho de mãe americana e pai de outro mundo, o mundo africano;
2.         Spock é filho de mãe americana e pai de outro mundo, literalmente;
3.         Ambos cresceram em conflito interno sobre sua origem;
4.         Ambos abraçaram, em um ponto de sua vida,  um culto religioso em busca de purificação;
5.         Ambos circulam magnificamente entre raças diferentes com desenvoltura e são considerados embaixadores da diversidade racial;
6.         Ambos têm rosto anguloso.
7.         Ambos têm orelhas grandes!

Aliás, o ponto 5 foi magnificamente demonstrado recentemente, no discurso de Obama no Cairo, se bem que num tipo de diversidade que é pouco discutida na série, a diversidade religiosa.
Outro dia, em uma entrevista em que saudou a todos com a saudação vulcana 'Live Long And Prosper', Obama declarou ser fã da série desde criancinha, e que assistiu, e aprovou, o novo Star Trek!
Ou seja, Obama é trekkie!
Não é à toa que é um cara legal!!
E, pra finalizar, tem um nome curto, terminado em 'k'!!!


Tudo a ver!


Um comentário:

  1. Vai fantasiado de Spock, assim voce vai ter a atenção de Obama e vai ser autografado.

    ResponderExcluir