-

sábado, 20 de dezembro de 2014

Nomes Números Termos de 2014

Os amigos se acostumaram a minhas mensagens de fim de ano, com retrospectiva, em verso ou prosa, em que procurava destacar o que foi  positivo/negativo, azul/vermelho, Papai Noel inchado/murcho, e invariariavelmente o lado mau suplantou o lado bom...

Mas certamente nunca como neste ano que se vai...

Comecei a fazer o balanço deste ano e foi difícil arrumar coisas boas.... Vê só...

Teve um Paulo, um Pedro, um Alberto, um Renato, um Fernando, nomes comuns que produziram números incomuns, como R$ 23 milhões, como US$ 97 milhões, como R$ 423 milhões, como R$ 10 bilhões, teve termos que viraram rotina... teve condução coercitiva, teve delação premiada, teve prisão preventiva, teve inquérito, teve indiciamento.... teve cabeças que rolaram, literalmente, aqui e lá fora  .... teve 'serial killer' na ficção e na vida real, teve a aposentadoria e o silêncio de Joaquim Barbosa, teve pai matando filho, teve criança esquecida em carro, teve talibãs e traficantes massacrando outras, teve separatismo violento, teve aviões sumindo, sendo abatidos, teve mais palestinos x judeus, teve desembargadores abusando, teve Ebola, e não teremos mais José Wilker, Robin Williams, Jair Rodrigues, Chaves e muitos outros,  teve PIBinho, teve inflaçãozona, teve educaçãozinha, teve déficitizão, teve IDEBinho, e finalmente teve Botafogo, e teve um 7x1 que virou placar de semifinal de Copa do Mundo. No campo pessoal, as perdas de dois amigos contemporâneos, Ivo e Júlio...


E de bom? Foi difícil... tive que começar pelo meu lado pessoal, com A Comissão Chapeleira sendo muito bem recebido e a Baleia escalada para o Lollapalooza, e teve os livros de Fernanda Torres e Raphael Montes, sensacionais, a ia parando por aí, mas pensei, pensei...., bem vamos lá, teve Paul no Brasil, teve o futebol de Minas Gerais, teve a Copa do Mundo, teve Jack Bauer, teve Rebu, teve Dupla Identidade, teve pouso em cometa, teve Sérgio Moro, teve Rodrigo Janot, teve Malala Nobel, e agora no finalzinho teve a natação em piscina curta, teve Gabriel Medina, sensacional, e teve o bom e velho Obama reatando com Cuba,  com o back-up de um Papa Francisco que segue sendo um fato positivo.. Se você se lembrar de mais algum me avisa

E foi este último fato que mereceu a foto que anexo aqui... com a genial capa da Veja desta semana.

Um Natal de Paz, um 2015 Idem, com uma reversão do que aconteceu neste ano!!!


P.S. E teve eleição, que foi boa pra 52% e ruim pra 48% e não pode ser colocada em nenhum dos dois parágrafos, pois depende do ponto de vista....

7 comentários:

  1. E teve o Ivo que tanto lamentamos....
    Abs
    F aiube

    ResponderExcluir
  2. Eu passo tranquilamente um final de ano sem o show do Roberto, ou sem a Simone cantando "Entao e Natal..."
    Mas nao da para passar um final de ano sem a retrospectiva do Homerix.

    Bom Homero, sinceramente, uma surpresa mesmo, em 2014 (e das boas), foi ver o Rubinho campeao.
    Abracos, felicidades a vc e leitores, e respectivas familias. Que 2015 seja muito melhor que este ano que termina. Tem que ter fe!
    Mastrangelo

    ResponderExcluir
  3. Homero V:
    Feliz Natal e que 2015 seja ótimo para você e família!!!! Abraço do Brandão

    ResponderExcluir
  4. É Homero este 2014 não foi tão bom assim, mas vamos que vamos, que chegue 2015 com esperança de dias melhores. Boas Festas prá você e sua família.

    ResponderExcluir
  5. Marília de Dirceu Dalcol22 de dezembro de 2014 10:32

    É Homero este 2014 não foi tão bom assim, mas vamos que vamos, que chegue 2015 com esperança de dias melhores. Boas Festas prá você e sua família.
    Repito a mesagem porque esqueci de assinar... rsrsrs
    Marília Dalcol

    ResponderExcluir
  6. Ano bem complicado esse meu prezado Homero.
    Desejo a voce e toda sua família, um feliz Natal e que 2015, venha com muita paz, amor, saúde, harmonia.
    Que a nossa Petrobras volte a ser a empresa dos sonhos dos brasileiros honestos e trabalhadores.
    Que todos os corruptos e corruptores sejam presos.
    Que nossos governantes sejam pessoas com memórias e não fantoches como o "Lazai".
    Enfim, um grande abraço a todos .
    Itamar

    ResponderExcluir
  7. Homerix,

    Esse é um ano amarelo vergonha, não pelos 7x1, que foi sem dó e sem dolo, mas apenas conseqüência da incompetência das cêbeefes, das malas felipãonenses, parreirenses , david luizesences e só não tomamos de 10, pois o Júlio Cesar não permitiu, mas que seria uma placa RIP sobre um mundial forçado no patropi. Mas a maior goleada, impiedosa, dolosa e dolorosa, foi a corrupção de aplo espectro, sobre a qual se aplicou um dos melhores e mais eficientes solventes de corrupção graças à oportuna e eficiente operação Lava-Jato, que lava tudo, sem deixar resíduos, que, espero lave todas as frentes e retaguardas. Oportunidade ímpar para passar o Brasil a limpo.

    ResponderExcluir