-

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Você não escolhe ser Santista.


Para ser Santista, você tem que ser escolhido!!! 
(frase retirada do Portal do Santos)


É de babar, não é?

Falcão, Neymar, Pelé, Ganso e Marta vestem ou vestiram a camiseta alvinegra.

Passamos dos japonese, com 3 golaços, aços, aços!!

Agora, soubemos a real medida da diferença, contra o magnífico Barcelona, que joga e jogou por música... 


No Facebook, assim que terminou a semi-final, falei 'Ô Barcelonáá, pódisperá, a sua ho-ra-vai-chegá'.... Só não sabia é que era a hora do show ... deles .. quer dizer até imaginava....


E comecei, lá na quarta-feira, uma contagem regressiva para começar o jogo:  "Faltam 4 dias" ... depois "3" ... depois "2" .... 
e depois "Faltam 24 horas ".. depois "18" .... depois "12" .... 
e depois "Faltam 500 minutos" ...."400 minutos" .... (dormi...acordei) ....
"Faltam 60 minutos", depois "45"...."30" ...."15".... "Começou!" ...
e no primeiro gol, "Fu-deu" e depois "Ao quadrado" e depois "Ao cubo" ...
e no intervalo, disse: "Tava melhor na época da contagem regrressiva..." .... 
e no segundo tempo, comecei outra contagem.... 
desta vez pra terminar o jogo...
"Faltam 45 minutos"...."30" ...."15"..."Acabou!"
... o sofrimento... a realidade ... o suave massacre....


Vida que segue!!!

Vamos agora celebrar o centenário do Santos em 2012...
Vamos começar tudo de novo ... 
Libertadores de novo ... 
Campeões de novo ...
Valeu, Peixe!!!!

Santos, Sempre Santos!!!

11 comentários:

  1. Fui escolhido por outro alvinegro, com craques do mesmo nipe mas, infelizemente, todos distantes no passado...

    ResponderExcluir
  2. Concordo o que não entendo!!!!!!!
    Paulus

    ResponderExcluir
  3. Santista nasce santista. Santos é aquela coisa de sei lá....entende???? Não é a maior torcida, não é o mais rico, não tem um estadio magnifico, mas sempre foi um time que deu e dá gosto de ver jogar: ousado, alegre, moleque, criativo, inventivo, que para guerras civis, que lotava Maracanã, que fazia juiz voltar atrás em expulsões.

    Eu vi, Manga Helvio e Ivan; Ramiro Formiga Urubatan; Alfredinho Alvaro Del Vecchio Vasconcelos e Tite

    E deste tempo para cá.Todos. Sempre o manto branco varrendo os times mais poderosos e famosos.

    E vejo agora , mais uma vez um time em que os jogadores gostam de jogar, até o "mala" do Paulo Henrique Ganso que "se acha" e acha que vai jogar na Europa. Banco nele, é o que vai acontecer.

    E no ano que vem, vem aí Robinho e Zé Roberto entre outros.

    Amanhã as 8 horas estarei vendo e torcendo por essa molecada boa de bola.E no domingo, se Deus quiser me dar um presente aos 67 anos, ver o Santos campeão do mundo de novo como vi aos 17 e 18 anos e ligar a televisão domingo a noite na`Praça da Independencia com a comemoração....se Deus quiser!!!!

    ResponderExcluir
  4. Saudações alvinegras da Vila !! passamos pelos japas....que venha o Barça.......afinal de contas, para quem quer ser campeão do mundo, não existe adversário invencível !!

    ResponderExcluir
  5. Homerix,

    Vi o jogo e o Neymar foi espetacular no primeiro tempo. No segundo, jogou pouco. O jogador mais consistente o jogo todo foi o Arouca, que partidaço ele jogou, inclusive fez a cobertura, na verdade, fez as funções do Durval que não tem perfil para atuar na lateral esquerda. O lateral de ofício é o Léo, que além de competente é raçudo. Não entendo o Muricy deixá-lo na reserva. Não entendo também a entrada de jogadores limitadíssimos como o Ibson e o Alan Kardec. Só faltou a entrada do Diogo, para completar o trio calafrio. Os japoneses só não estragaram os planos do Peixe por falta de pontaria. O nosso ataque funcionou, mas, no geral, o Santos deixou a desejar no fundamento posse de bola, que no jogo com o Barcelona fará uma enorme diferença, pois esta é uma característica forte do Barça.
    Mas o Peixe é o Peixe e a minha esperança é que o Neymar e o Ganso estejam inspirados, o Arouca repita o partidaço que jogou contra o Kashiwa, e que predomine muita raça, para fecharmos o ano com a terceira estrela no escudo.

    ResponderExcluir
  6. Homerix,

    O jogo foi um sofrimento só. Fazer o quê diante de uma atuação tão decepcionante? Sobrou vontade, mas faltou posse de bola, faltou ataque, faltou equipe. Só não foi pior porque as traves foram generosas com o Peixe. O Muricy insistiu com o Durval, quem já deu o que tinha que dar. Em dois gols do Barça, ele foi um mero e irritante espectador, quando deveria estar batalhando pela bola. O Muricy errou em manter o Durval, que era a peça que tinha que ser susbtuída, quando removeu o Danilo. Será que esses caras não aprenderam vendo os vídeos dos jogos do Barça, cujos fundamentos notáveis são a marcação eficiente, como se fosse futebol de salão, e a posse de bola, o que permite que esta chegue eficientemente aos atacantes. Agora, espero que essa diretoria desperte, caia na real e renove a equipe com craques de verdade. Não basta investir pesado em apenas um jogador, em que pese este ser um dos melhores do mundo, e isso ficou patente hoje. O Neymar não tinha com quem jogar, pois o Ganso estava irreconhecível e o tal do Henrique não serve para o Peixe, algo que já estava claro desde o campeonato brasileiro, tal qual outros jogadores muito limitados que foram contratados este ano, como Ibson, Diogo e Alan Kardec, que são caros e ineficientes.

    Agora e levantar a cabeça e preparar a equipe para o Centenário e começar tudo de novo como você bem o disse. Espero que as duras lições aprendidas nesta final, que foi a pior participação de clubes brasileiros em finais de mundiais de clubes, ajudem a diretoria do Santos a renovar o plantel com o propósito de formar uma equipe competitiva e se preparar melhor para o Mundial de 2012. Uma equipe que joga o fino como o Barça, certamente chegou onde chegou usando lições aprendidas nas derrotas, algumas mesmo por goleada, mas se valendo de gestores competentes na direção do clube souberam consolidar a equipe que é esse espetacular Barcelona, sem deixar dúvidas de que é atualmente a melhor equipe do mundo. O Peixe pode e deve se vangloriar de ser o segundo melhor, tem esse direito por méritos próprios e me sinto honrado e orgulhoso por ver o meu time do coração no podium mundial, mas não se pode ignorar que a escala desse mundial de clubes com a qual se mede os 1o, 2o, 3o colocados, ...hoje é logarítimica.

    ResponderExcluir
  7. Homero, vi o jogo lembrando de você e do João. Queria que o Santos ganhasse, mas foi impossível não me encantar com o futebol apresentado pelo Barça. Sei que foi constrangedor ver o seu Santos levar aquele baile, mas console-se que eles fizeram o mesmo com o Manchester, Milan, etc. O Santos é o tipo de adversário ideal para o Barça, tem um ataque forte, mas defesa fraca. Como eles não deixam o time adversário ficar com a bola, vira ataque deles contra a defesa dos outros. Como a do Santos é muito fraca (aquele Durval é lamentável), foi um passeio. Um placar de 6x1 refletiria melhor o que foi o jogo. 4x0 no primeiro tempo, 2x1 no segundo. Forte abraço, Camargo

    ResponderExcluir
  8. Comecei torcendo pelo Santos pela simpatia que tenho em função do Pelé (já conversamos sobre isto) mas acabei torcendo para o Barça dar uma goleada para reduzir a arrogância do Muricy, a babação da imprensa paulista por ele e esta palhaçada que somos os melhores do mundo. O Muricy amarelou, colocando o time dentro da grande área, liberando o meio para o Barcelona trocar passes sem ser incomodado. Foi um vexame, cujo grande responsável foi o treinador que colocou um Santos acovardado e medroso em campo. Fabio.

    ResponderExcluir
  9. Sou santista de coração e alma, mas o Muricy é só um dos atores, e, naturalmente, revelou suas limitações, mas o grande e fundamental responsável por essa tragédia anunciada é a diretoria do Santos, que começou o desmanche daquela excelente equipe que vinha se formando no primeiro semestre de 2010, com a venda de craques como Wesley, por exemplo. Não aposentou no tempo devido jogadores como Durval e Edu Dracena, uma dupla de zagueiros que, é verdade deram grandes contribuições ao Peixe, mas já estão com os prazos de validade vencidos, i.e., é estemporânea e "generosa" para os ataques adversários, e que tem mostrado limitações mesmo em gramados brasileiros ou da América Latina. Essa mesma diretoria fez um esforço incomum para manter o Neymar e negligenciou o aspecto fundamental do futebol que é um esporte de equipe e que há outras posições que requerem atenção, além do óbvio que futebol requer também estratégia e tática. Encheu a Vila de jogadores limitadíssimos, mas muito caros, como Henrique, Alan Kardec, Diogo, Ibson. Deixou de usar o Brasileirão como eficiente laboratório para preparar uma equipe de verdade para o jogo com o Barça, principalmente quando jogadores como o Ganso e o Elano que necessitavam do máximo de exposição para ganharem rítmo de jogo. Em suma, não se pode fazer a gestão de futebol profissional com metalidade amadorística ou emocional, de ir para um jogo importante como esse como o Barça apenas com a cara e a coragem. Essa é a grande lição que espero que a diretoria do Santos transforme em lições aprendidas, para mudança de mentalidade, para evolução, com o objetivo de melhorar a sua capacidade de gestão e, por conseqüência, a formação e a consolidação de uma grande equipe de futebol,em conformidade com a marca Santos F.C., que é o sonho e a esperança de todos os santistas.

    ResponderExcluir