-

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Sangue do Paraguai, o novo video clipe da Baleia


Gente, está chegando o primeiro disco da Baleia, a outra banda de meu filho!!! 

O disco ainda não tem nome, mas tem n+1 canções já gravadas!!!

Por que 'n+1'? O que é esta música a mais?

Justamente a canção que escolheram para ser o terceiro video-clipe da banda!! Para cada um dos dois primeiros eu fiz um post, que disponibilizo lá embaixo!!!

'Sangue do Paraguai' não está no disco ainda sem nome!!

E é uma canção intrigante!!!! 

Apreciem as nuances do arranjo de cordas, o clima tenso, a letra enigmática! Eu mesmo só entendi depois!!! 

No video-clipe, gravado no Parque das Ruínas, o clima está todo lá. Alguns entenderão de cara o que representa. Outros apreciarão ainda mais quando souberem do que se trata.... que foi o meu caso.

Vamos lá??
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=y-KoBBy_eD8

Se gostaram, curtam, compartilhem!!!

Eis a página deles no Faceboook: https://www.facebook.com/baleiabanda?ref=ts&fref=ts





Ah, sim, aqui, os dois posts em que apresento os outros video-clipes da Baleia


Bora Baleia!!!!

A Baleia é: 
Cairê Rego: baixo
David Rosenblit: teclado
Felipe Ventura: violino, guitarra
Gabriel Vaz: voz, violões
João Peçanha: bateria
Sofia Vaz: voz, violões

Aqui, a desconcertante letra da canção.


De longe, seu nome cativa e cega

É puro
O tempo revela um furo

O peso do fardo
Corte cicatrizado
Contradição opaca
Vítima de uma faca esterilizada
Surra de mãos lavadas
Sangue do Paraguai
Arde
Sopra a lesão covarde
Xinga e transfere a culpa
Foge do enxame e exume o que sepulta
Num linguajar que insulta
Dentro da nossa norma culta

Embaixo ecoa a imensa voz do cume
De perto é só um frágil sussurro

Fardo
Corte cicatrizado
Contradição opaca
Vítima de uma faca esterilizada
Surra de mãos lavadas
Sangue do Paraguai

Arde
Sopra a lesão covarde
Xinga e transfere a culpa
Foge do enxame e exume o que sepulta
Num linguajar que insulta
Dentro da nossa norma culta










Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir