-

quinta-feira, 25 de novembro de 2021

The Beatles' 1963 - O 5º Compacto

                   O 1º Compacto, neste LINK,

                   O 2º Compacto, neste LINK,

                   O 1º LP, neste LINK

                   O 3º Compacto, neste LINK

                   O 4º Compacto, neste LINK.

                   O 2º LP, neste LINK

Nos LINKs acima, encontrão, além das análises das canções dos LPs e Compactos, também tudo o que de relevante aconteceu na linha do tempo da maior banda de todos os tempos até 22 de novembro de 1963. No presente texto, pretendo mostrar os últimos 40 dias do ano de 1963, a partir daquele dia, do lançamento de 'With The Beatles', o 2º LP. 

Eles estavam em meio à excursão de outono, e assim seguiram, mas deram outra parada para participar de mais um Scene at 6:30 na Granada TV, e logo chegou o dia 29, quando foi lançado o 5º Compacto, com nada menos que I Wanna Hold Your Hand, com This Boy no Lado B! E o que aconteceu? Com os Beatles, nada, seguiam em sua excursão pelo Reino Unido, mas o compacto subiu como um foguete na parada e foi ao 1º lugar, desbancando quem? Uma banda chamada The Beatles, que estava lá com She Loves You, desde agosto. E então aconteceu uma situação como nunca dantes e jamais repetida por outra banda: The Beatles ocupavam o 1º e o 2º lugar na parada dos compactos e, também, o 1º e o 2º lugar na parada dos LPs, porque With The Beatles havia desbancado Please Please Me. Era sucesso ou não era? Sem dúvida, mas, do outro lado do Atlântico, nada acontecia... Mas foi justamente a canção recentemente lançada que seria o veículo para o fenômeno que aconteceria no ano seguinte. Mas ano seguinte é papo para o ano seguinte. Voltemos a 1963.

I Wanna Hold Your Hand e This Boy já haviam sido gravadas em 17 de outubro, numa mesma sessão em que gravaram You Really Got A Hold On Me, e também uma mensagem de Natal em disco flexível 45 rpm que seria remetida em dezembro exclusivamente para os membros cadastrados no Fã-Clube Oficial, que se alastrava por toda a Inglaterra. Essa prática foi mantida até o último Natal da banda, em 1969. Nela, cada Beatle exercitava seu carisma, em mensagem de agradecimento, com muito humor, comentando feitos do ano e desejando bom ano novo. Quem tiver curiosidade, tenho aqui o link com todas elas. A de 1963 ocupa os cinco primeiros minutos, neste LINK.

Em seguida, encontrem as análises das canções do novo compacto, sua composição, gravação, instrumentação, harmonias, estrutura, e decerto alguma oportunidade de ouvi-las. Como sempre, tudo isso está disponível nos links abaixo dos nomes. E como já estão acostumados, a numeração adotada nesta fase é a sequencial, desde o 1ª lançada, Love Me Do. As novas ganharam então os números 33 e 34, com apenas 13 meses de carreira


33. I Want To Hold Your Hand

Blog do Homerix: I Wanna Hold Your Hand, aquele toque Beatle

Com todo esse sucesso, os Beatles seguiam em sua excursão de outono, e deram uma parada em 2 de dezembro para gravarem uma espetacular participação no programa dos comediantes Morecambe e Wise. Foi uma mostra da extensão do talento dos quatro fabulosos para o campo da atuação, da comédia, entrando totalmente no clima do programa, com direito a uma execução de mais uma canção, a tradicional Moonlight Bay, lá do começo do século, muito divertido. Deles, eles cantaram os dois lados do compacto recente, além de All My Loving, que haviam lançado no LP With The Beatles. Incrivelmente, o programa somente foi ao ar em março de 1964. Felizmente, tivemos acesso oficial a seu áudio no Projeto Anthology, de 1993, mas o vídeo ainda existe e deixo aqui, neste LINK. Abrem com This Boy, apenas Ringo aparecendo, tocando só no chimbal, os demais na sombra, e depois John com seu lead vocal, mas sempre acompanhado de Paul e George em magnífica harmonia tripla, a segunda melhor da carreira deles em minha opinião (Because é imbatível, mas nunca foi tocada ao vivo). Emendam com All My Loving, com a diferença de sempre quando a tocavam ao vivo: vejam que é George quem faz a harmonia com Paul no verso de volta do solo de guitarra, pois John, que a faz na gravação, está muito ocupado, fazendo sua espetacular sequência de triplets na guitarra, prestando uma atenção danada, notem! Paul até mesmo ressaltou isso no recente documentário McCartney 123. E após um breve aparição dos comediantes, vem o arrasa-quarteirões I Wanna Hold Your Hand, com Paul e John cantando em uníssono nos versos e em  harmonia na ponte! Depois, vem o famosíssimo diálogo dos comediantes com os Beatles, ou melhor, com John Paul George e.... Bongo!! E então trocam de roupa para cantarem o clássico! Muito bom!!

No dia 7 do último mês de 1963 foi deveras especial, em Liverpool, onde comandaram um Juke Box Jury, da BBC TV, em que julgavam as canções pretendentes a serem hits. E, logo após, brindaram a audiência com um fenomenal show, que traduz o clima da Beatlemania, os gritos, as faces, o encanto das 2.500 meninas (e meninos também), todos fãs cadastrados, acompanhando o fenomenal desempenho dos rapazes. Um extrato de 30 minutos do show foi ao ar no mesmo dia em rede nacional, horário nobre, num programa que foi chamado It's The Beatles. Um extrato desse extrato deixo neste LINK

E com todas essa paradas para aparecer em rádio e TV, gravar, lançar discos e brilhar, terminava em 14 de dezembro a excursão de outono no Reino Unido, com 38 shows, que começara lá em 1º de novembro, com direito a tirar onda com a Realeza! Um descanso de 7 dias foi ocupado com mais aparições em rádio (mais um Saturday Club) e TV (mais um Thank You Lucky Stars).

Outro grande destaque foi um especial de duas horas que comandaram na BBC (rádio), gravado no dia 18 e transmitido no Boxing Day (26). Claro que eram a principal atração, cantaram nove canções ao vivo, sendo que uma delas teve a letra modificada: From Me To You, pois trocaram os tempos dos pronomes do singular para o plural ("I" para "we", "me" para "us)", que virou From Us To You, que inclusive tornou-se o nome do programa (era pra ser Beatle Time) e teve um sucesso tão grande que sua fórmula e nome foram repetidas outras quatro vezes. Vale o registro desse áudio, aqui neste LINK.

Claro que Brian Epstein não deixava os meninos descansarem por muito tempo e dessa vez, verdadeiramente tirou-lhes o couro. Já em outubro, ele vislumbrara uma fonte de dinheiro durante as festas de fim de ano. Vendeu 100 mil ingressos para 30 shows num mesmo teatro, o Finsbury Park Astoria, de 21 de dezembro de 1963 a 11 de janeiro de 1964, portanto, dois shows por dia na maioria das vezes, inclusive no 1º do ano!! Dias de folga? Apenas 2, um deles o dia de Natal, que bonzinho era Brian! E cada show consistia em duas entradas dos Beatles, fechando cada uma com 4 e 5 canções respectivamente, mas não ficavam só nisso, eles participavam de sketches cômicos, envergando trajes diferentes, que se não eram brilhantes, faziam muito sucesso. Essa prática se repetiria nos dois anos seguintes!!

Como chave de ouro para este glorioso ano de 1963 na vida dos Beatles.  Entretanto, 1964 seria ainda mais glorioso! Começaremos a descrevê-los em breve. para o momento hora de atualizar os quantitativos de uma carreira espetacular. 


NÚMEROS DOS BEATLES

Até 31 de dezembro de 1962

Compactos: 5

Álbuns: 2

Canções Originais: 20

Canções Cover: 14

Sessões de gravação: 12

Shows no Reino Unido: 299

Shows na Europa (afora UK): 29

Aparições em Rádio: 32

Aparições em TV: 24

Beatles casados: 1

Namoradas Oficiais: 2

Filhos Beatle: 1

Eu juro que qualquer hora eu vou dar 

um formato melhor a essa plêiade de números

2 comentários:

  1. Como sempre, uma interessante e detalhada análise dessa extraordinária banda. Parabéns, Homerix.

    ResponderExcluir
  2. Sim, muitas informações e ainda com os links para a gente conferir. Muito bom.
    Pena não ter o link para esse sketch da foto. Linda foto. Gostaria de saber o tema. Eu conheço bem aquele baseado num trecho de Sonhos de Uma Noite de Verão e que adoro. John como thisbe, uma garota banguela vivendo um romance com o belo Pyramos vivido por Paul. É delicioso. Ringo como o leão e George como o luar! A luz da lua, algo assim. Deve ter sido muito apreciado por eles porque Paul deu um gatinho de presente para John que recebeu o nome de Pyramos. E John deu uma gatinha para Paul que recebeu o nome de Thisbe.

    ResponderExcluir