-

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Rogue 1 é 10!!


Esse universo de Star Wars parece infinito!

E não é que bolaram uma história que se encaixa antes do primeiro episódio, que na verdade era o quarto, lá de 1977, que começou tudo..... e como os episódios 1, 2 e 3 já haviam sido lançados, este ficou conhecido como Episódio 3,5!

E no não que ficou muito bom?!

O clima está todo lá, a Aliança Rebelde, o Império, as batalhas espetaculares, os jovens heróis, outros nem tanto, os stormtroopers, o Imperador, Darth Vader e até mesmo a Força, ainda que bem fraquinha, não espere por espetaculares Jedis.

A queridinha Felicity Jones, que concorreu ao Oscar como Mrs Hawkins, se reabilita depois de uma apagada Mrs. Langdom (licença minha). Sua heroína Jyn é bem convincente!!! Pena que ...

Um cientista é sequestrado violentamente pelo Império para acabar o projeto da Estrela da Morte. Sua pequena filha Jyn consegue escapar, e cresce órfã, protegida por Saw Guerera, um rebelde mais que rebelde. Ela cresce sem se envolver muito com os rebeldes mas consegue habilidades de soldado. Quinze anos depois, o cientista consegue enviar um emissário, e ela é chamada pela Aliança para ajudar a encontra-lo. No caminho, ela reencontra Saw, e tem acesso a uma mensagem holográfica do pai, explicando que projetou uma brecha na segurança que possibilitaria sua destruição pelos rebeldes. A partir daí, a briga por descobrir os planos da nave ‘planet killer’ é sensacional!!!

E o final causa lágrimas, ainda mais no momento atual, com a internação de Carrie Fisher. Entendedores entenderão!!


Muito legal mesmo!!

Um comentário:

  1. Ótimo filme! Ansioso para ver o que farão de novo...

    ResponderExcluir