-

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Jurassic Earthquake


Vocês sabem, ando desanimado, então nem quando vou ao cinema me animo... o último a merecer um post foi o Kingsman, sensacional, pena que só um ou dois amigos aproveitaram a dica.

Recentemente ampliei meu acervo de de filmes de destruição, com Jurassic World e Terremoto. Gostei de ambos, nada assim avassalador, mas foi boa diversão.

Na volta ao tema Dinossauros, Spielberg quase repete a fórmula, desta vez sem atores de peso, com efeitos ainda melhores, num Parque a la Disney com novos espécimes, a tensão foi permanente, cenas assustadoras, tanto do Indominous Rex, quanto dos voadores, enfim, bem legal. Ponto fraco, levantado por renata: é machista. Todos os cientistas são homens, os que se perdem são meninos, o bam bam bam é homem, e a única mulher é patricinha, gananciosa e atrapalhada, apesar de salvar no final...

Em Terremoto, que efeitos espetaculares, muito mais, claro, que o Terremoto original estrelado por Charlton Heston 40 anos atrás. Claro que abusam dos clichês, primeiro o dos geólogos que não são ouvidos, e depois o dos prédios irem caindo após a passagem da família principal, comandada por Wayne Johnson, estejam eles a pé, de carro, de helicóptero de avião, até de lancha... sim, desta vez há um tsunami maravilhoso....



quinta-feira, 18 de junho de 2015

E daí? de Milton, Ruy Guerra e ... Baleia?

 
Gente, mais uma novidade da Baleia
Foram convidados a participar da coletânea Mil Tom
de homenagem a Milton Nascimento.
Vejam o que fizeram com a canção
E Daí (A Queda)
 parceria de Milton com Ruy Guerra.
Conhecem a canção?
Eu não conhecia, ou não lembrava!!
Não sei se recomendo que ouçam primeiro a original ou a versão.
Eu, como deu pra notar, ouvi primeiro a versão.
E aí fui buscar a original.
Em qualquer caso, recomendo passar pela letra antes,  
que disponibilizo ao final ...
Ruy Guerra devia estar viajando alto quando a escreveu.
 
Depois vocês me dão a suaa opinião?
A minha está embaçada pelo orgulho!!
 
Aqui, a original... 
 
Aqui, a versão baleica...
 
Aqui, a letra ....


Aí, eu pergunto:  
E DAÍ??

terça-feira, 16 de junho de 2015

Xico, Casagrande e Galvão


Onde estava esse cearense arretado Xico Sá, até ser descoberto por todos os programas de bate papo de várias emissoras? É no Amor e Sexo, no Saia Justa (macho), nos ExtraOrdinários, o que ele fazia antes?

O último é o no Papo de Segunda, na GNT, que ele divide com Marcelo Tas, Léo Jaime e o desconhecido (pra mim) João Vicente de Castro. Marcelo Tas deixou o CQC e continua excelente, Léo Jaime joga bem como cantor, compositor, escritor, cronista, ator, e o terceiro e último parece que diz coisa com coisa. Bom programa!!

Depois que terminou o Papo, passei ao Bem Amigos, que rolou após o excelente Chile 3x3 México, aonde anotei duas declarações do ressuscitado Casagrande, quando conversavam sobre a Neymar-dependência:
“O Neymar é fora de série, vai quebrar todos os recordes individuais, e tal, mas não vai conseguir ser campeão mundial pela seleção, pois está só!”

E, um corolário,
“Na minha opinião, sem o Neymar, eu vejo o Brasil igual o Peru, a Colômbia, o Paraguai, é inferior até ao Chile que vimos hoje... Com o Neymar dá uma grande salto. Sem ele vamos correr um grande risco nas Eliminatórias. Eu vejo um futuro muito perigoso....”

Galvão fingiu que concordou, mas com certeza é uma opinião contrária aos preceitos globais de exaltação

O que acham?

Falando em Galvão, vocês viram que ele lançou um livro sobre sua vida?

O pior é que deve ser best-seller....


Pós-post: Que m---- fez o Vidal, craque e artilheiro da seleção chilena, batendo bêbado seu carro, felizmente sem feridos, mas com certeza um desastre para seu país. Boa a manchete do jornal chileno, mostrando a foto de sua Ferrari destruída:

"Impacto Profundo"

(literal e não literalmente)

segunda-feira, 15 de junho de 2015

O Grande Encontro

A última vez que ouvi falar eum um grande encontro foi quando Alveu Valença, Geraldo Azevedo, Elba Ramalho e Zé Idem se uniram para fazer um show e disco antológicos.

O encontro de que falo é outro, que ocorre todo dia, aliás toda hora, aliás todo minuto, aliás todo segundo, aliás sempre ...

É o encontro das águas do Rio Solimões com o Rio Negro, para formar o Rio Amazonas.. As águas do Negro correm em terreno mais antigo e não provocam erosão do solo, bem mais puras, com acidez diferenciada, enquanto as do Solimões vão erodindo tudo pelo caminho desde a Corilheira dos Andes, sendo portanto mais barrentas. Depois, por conta da diferença de velocidades, densidades e tempoeraturas, as água não se misturam por um longo período.  O Rio Negro corre a cerca de 2 km/h, a uma temperatura de 28°C, enquanto que o Rio Solimões corre a até 6 km/h, a uma temperatura de 22°C. Aqui neste video você vê o fenômento.
https://www.youtube.com/watch?v=lOBXo0VlNIo

O que eu não sabia é o que a Renata me contou hoje. Quando o navio onde ela está partiu de Itacoatiara, última parada da viagem Belém-Manaus, ela ligou pra nós e disse que já conseguia ver um pouco do encontro, e sugeriu que víssemos no Google Maps visão Satélite. Interessante que os Wikis da vida disseram que as aguas não se misturam só por 6 km, mas Itacoatiara está a 200 km de Manaus, via fluvial.

E aí, aceitei a sugestão e vi isto:

Note que a margem esquerda (a de cima no mapa) apresenta uma tonalidade mais escura do que a margem direnta (a de baixo).... portanto o encontro se estende para além de Itacoatiara.

E a coisa vai ficando mais acentuada rio acima até que ocorre efetivamente, o Grande Encontro, veja só... Sensacional!!  E Renata está vendo isso tudo...







domingo, 14 de junho de 2015

Sempre Guga

Ficar em casa num domingo de sol pode valer alguma coisa ..
O Esporte Espetacular me entregou dois grandes momentos:
1. As meninas do Handebol arrasando com a Noruega bi-campeã olímpica, mesmo sem duas principais estrelas e com destaque absoluto para Babi, uma goleira que pegou 10 bolas.... acho que perto dos recordes do esporte.
2. A reportagvem sobre Guga em Paris. Emocionante ver como ele é reverienciado, nas ruas, nas quadras, com os especialistas do esporte.... aquele coração desenhado no saibro é histórico.... e tudo por que? Porque além de ser um gênio do esporte, é um cara legal, muito legal..


Assitam aqui neste video
http://globotv.globo.com/rede-globo/esporte-espetacular/v/guga-kuerten-retorna-a-paris-para-lembrar-o-tri-de-roland-garros/4252072/


No Rio Amazonas


Como antecipado, Renata está na Região Norte.

Passou 7 dias em Belém, onde participou da Feira Pan-Amazônica, conquistando 200 novos fãs...

Agora, está no catamarã Rondônia, rumo a Manaus, pelo Rio Amazonas.

Vejam aqui, o roteiro, o navio, o Grande Rio e algumas fotos que ela tirou na viagem.






Em Parintins, entre o Caprichoso e o Garantido

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Eu sou Malala!



Este é o nome do livro que li, mas após lê-lo, eu digo.


Eu sou Malala!


Com ‘eu’ significando ‘eu’, Homero, Homerix para os íntimos da rede. 'Tô' com ela e não abro!!

Que história fantástica, da menina que foi atingida pelo Talibã.

O livro é feito em primeira pessoa, com Malala contando como foi o ataque, o dia, o momento, as primeiras reações, mas logo volta para como aquilo foi originado, ela fala sobre o Paquistão, seu país, desde sua criação, em 1948, para concentrar os muçulmanos da Índia, antes que todos, eles e os hindus, se matassem uns aos outros, passa pela política e pelos líderes que se sucederam ao criador do Estado paquistanês, inclusive Ali Khan, Ali Bhutto e Benazir Bhutto, todos assassinados, discorre sobre alguns dos desastres naturais que acometeram o país, desde um terremoto avassalador até uma enchente que foi considerada até mesmo mais destrutiva que o tsunami japonês, conta a evolução do Talibã, como eles foram entrando e destruindo e matando e decapitando por motivos simples em nome de Allah, como a recusa em usar barba ou o hábito de dançar ou o desejo de estudar, proibido a meninas.

Aí entra a participação de Malala. Estudante da escola de seu valoroso pai, que relutou até o fim contra a imposição do fechamento da ala feminina, Malala desde cedo não se conformou, começou a se expressar e falar, via escolas sendo fechadas, ou mesmo destruídas (foram mais de 400 no aís), aos 11 anos manteve um blog na BBC, anonimamente expondo a situação da educação de sua cidade, seu vale, sua província, seu país, depois abertamente, começou a aparecer, colocando suas idéias, e claro, apareceu demais até que foi vítima do ataque, em outubro de 2012, quando ela tinha 15 anos, quando levou um tiro que entrou pelo lado esquerdo de sua testa e parou no ombro (não sei que ângulo é esse, mas assim foi). Felizmente não atingiu seu cérebro, nem nenhum outro órgão vital.

Os momentos que se sucederam, de pânico, culminaram numa operação salvadora, ainda no Paquistão, feita por um médico militar paquistanês, que abriu seu crânio para aliviar a pressão no crânio, que a salvou, e colocou o pedaço de crânio retirado numa cavidade abdominal, para ser preservado para futura recolocação. O procedimento foi elogiado por médicos ingleses, mas sua recuperação só ocorreria se fosse retirada do país. Um Emirado Árabe mandou um jato de luxo, totalmente equipado, que a levou a Birmingham, Inglaterra, aonde vive até hoje. Uma outra operação crucial foi feita lá, restaurando 85% de um nervo facial, que restauraram seu sorriso. Ela a fez recuperar os movimentos do lado esquerdo do rosto, porém mantendo marca, com uma leve retração labial e ocular daquele lado. Na mesma cirurgia, recolocaram o topo de seu crânio, mas não aquele guardado em seu abdôme, e sim um de titânio, considerado mais adequado e de menor risco. Ah, sim, claro, retiraram opedaço original acabando com o calombo que ela sentia!!!

Ficou no hospital por 3 meses, e mais 3 meses depois voltou a estudar ... e logo em seguida, voltou a falar, e como falou. Sugiro fortemente que a ouçam. Podem começar com o seu discurso ao receber o Prêmio Nobel da Paz em 2014. Emocionante o agradecimento ao pai, que a deixou voar! Que eloqüência! Fala de improviso, apenas recorrendo a algumas notas. Recebeu incontáveis prêmios, já falou em Oxford, em Harvard, na ONU e dezenas de outros lugares, aplaudida de pé em todos eles, foi capa da TIME, é recebida por líderes mundiais, é considerada a adolescente mais influente do mundo, tudo isso antes de completar 18 anos, o que ocorre mês que vem. Criou a Fundação Malala, com o objetivo claro de educação para todos, que recebe doações de todo o mundo (Angelina Jolie doou 200 mil dólares). 

Enfim, que menina!

Ela tem saudades de seu vale, o Vale do Suat, quer voltar ao Paquistão, e já declarou que seguirá na vida política. Decerto que ganhará qualquer coisa que dispute.

Torcemos que continue sua brilhante caminhada, em paz, e sem sustos!!!

terça-feira, 2 de junho de 2015

O último da Baleia


A Baleia Convida!!!
________________________
Chegou a hora de se despedir dos shows do Quebra Azul! Foi uma experiência e tanto conhecer tantos lugares, tocar em todos os tipos e tamanhos possíveis de palco e conhecer tanta gente pela estrada.
Pra encerrar os shows antes de entrar de cabeça na produção do novo disco, estamos de volta ao Rio! No dia 13 de junho, no Sesc Tijuca, às 20h. Os ingressos serão vendidos a partir do dia 9 de junho, na bilheteria do Sesc.
Confirmem presença no evento e vejam todos os detalhes do show aqui: https://goo.gl/Y3hmp2
Venham!