-

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Tornozeleiras


Mais uma brilhante crônica de Sérgio Bandeira de Mello, o Gico, para os amigos....


Aliás, hoje é aniversário dele e ele é quem nos presenteia....



Tornozeleiras
 

Repetindo o case de sucesso mundial das tornozeleiras Havaianas, aquelas que não se soltam dos tiras, a Nike, patrocinadora da seleção canarinho, já pensa em investir pesado no ex-presidente, que demonstra grande conhecimento de marketing esportivo.
 

Não, não é esse ex-presidente que você está pensando, mas o que se encontra encarcerado na Trump Tower, na Quinta Avenida, um dos endereços mais elegantes de New York, haja vista a vista panorâmica do Central Park, que justificaria a bagatela de 15 milhões de dólares pela temporada na Grande Maçã.
 

Já na Grande Maçada, é incrível a capacidade do governo petista de transformar pautas positivas em pesadelos horrorosos para a população. Nem uma genuína e diligente oposição, em suas mais maquiavélicas maquinações, poderia imaginar conceber uma condução mais imbecil e desastrada do eSocial. 
 

Tudo indica que o sistema eletrônico que poderia simplificar a arrecadação de tributos relativos ao emprego doméstico, aí incluído o estreante FGTS, se tornou um agente contribuinte de mais impopularidade.
 

É necessário muito esforço em asneiras para fazer esse índice abaixar 1 ponto percentual em uma faixa de um dígito, mas o desafio estimula a azeitada equipe governamental. Não foi à toa que foi a líder dessa massa disforme e aparelhada a infeliz criatura que, para fazer frente ao guloso criador, mais contribuiu para desarranjar toda a economia do país.
 

Para adiar a volta do Nove Dedos já em 2014, a governanta promoveu uma direta intervenção nos setores de energia elétrica e petróleo. Para coroar a medida insana, subsidiou a indústria de veículos automotores e bens de consumo durável, com incentivos crescentes à linha branca, por meio de créditos indiretos, com claros dividendos eleitorais.
 

Já a montagem dos coloridos automóveis contara com o dedo sobressalente da família real. Hoje sabemos que o mindinho do secretário-geral da Casa de São Bernardo está lá no contrabando da medida provisória que estendeu as benesses ao setor. O lacaio da dinastia suou bastante para encaixar o contra-ataque ao Erário FC, razão da contratação da um profissional de educação física para as preleções e sua empresa de marketing esportivo para exibir a marca do patrocinador paterno logo acima da chuteira.  
 

Desgraçadamente, sobretudo para as famílias diretamente atingidas pela tragédia, nada mais ilustrativo desse governo do que o rompimento da barragem de rejeitos de mineração. A imagem do tsunami de lama tóxica formada por metais pesados, avalanche que destruiu um distrito de Mariana, resume a atuação do governo desde que o doleiro e seu diretor de contato calçaram suas tornozeleiras e abriram a boca.
 

Infelizmente, acima da mistura amorfa e movediça, permanece um dejeto que não afunda, unicamente por seu baixo peso específico. 

Um comentário: